Paginas

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Como Se Fosse o Último

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. O último para dizer “obrigada”. 
O último para dizer “me desculpa”. 
O último para dizer “eu te amo”. 
O último para abraçar cada pessoa amada com aquele abraço bom que faz um coração cantar para o outro. 
O último para apreciar a vida com o entusiasmo que não guarda nenhuma delícia nem ternura pra depois. 
O último para fazer as pazes. Para desfazer enganos. Para saborear com calma, como se me servissem um banquete, a preciosidade genuína que cada único respiro humano representa...
Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. Eu não perderia uma chance para me presentear com os agrados que me nutrem. Eu criaria mais oportunidades para dizer o meu amor. Para expressar a minha admiração. 
Para destacar para cada pessoa a beleza singular que ela tem. Para compartilhar. Eu não adiaria delicadezas. Não pouparia compreensão. Não desperdiçaria energia com perigos imaginários e com uma série de bobagens que só me afastam da vida.
Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último, porque pode ser.

(Ana Jácomo)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Saber Viver

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido,se não tocarmos o coração das pessoas. 
Muitas vezes basta ser: 
colo que acolhe, 
braço que envolve, 
palavra que conforta, 
silencio que respeita, 
alegria que contagia, 
lágrima que corre, 
olhar que acaricia, 
desejo que sacia, 
amor que promove. 
E isso não é coisa de outro mundo, 
é o que dá sentido à vida. 
É o que faz com que ela não seja nem curta, 
nem longa demais, 
mas que seja intensa, 
verdadeira, pura enquanto durar. 
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.

(Cora Coralina)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Sucesso Profissional e Qualidade de Vida

Você é daquelas pessoas que acha que não consegue parar e descansar um pouco sem experimentar uma grande culpa, pensando que deveria trabalhar cada vez mais, pois o tempo não para e os concorrentes também não?
Já experimentou levar trabalho para casa no fim de semana e fazer hora extra enquanto dorme, sem receber um centavo, quando sonha com as atividades profissionais e seus problemas característicos? Ou será que você já teve o “enorme prazer” de ser interrompido em seu almoço ou horário de ficar com a família por telefonemas inesperados que sempre lhe trazem notícias esperadas: volta ao trabalho, imediatamente!
Essas são situações que se vivenciam cada vez mais no cotidiano. É o império do estresse, do trabalhar cada vez mais, com cada vez menos tempo para si ou para cuidar de sua qualidade de vida.
O problema é que, sem perceber, há uma dedicação intensa à luta pela sobrevivência. Parece até uma incoerência, mas muitas pessoas somente descansam, ficam com a família e colocam suas leituras em dia quando ficam doentes e, por tal, impossibilitadas durante algum tempo de trabalhar!
Não é fácil trabalhar em um mundo tão repleto de desemprego e que é preciso dar uma resposta à altura à pressão que sofremos pelo mercado. No entanto, por um descuido, não se pode esquecer que não cuidar de si é um grande risco.(...)
Sua força mental - de onde nascem a criatividade, ousadia, intuição, percepção, dentre outros - sofre interferência direta de seu organismo e este, por sua vez, sofre interferência direta do estado da saúde emocional. É a lembrança do provérbio latino: mente sã, corpo são.
Não espere perder pessoas importantes, sua saúde ou talvez até a própria vida para entender isso.

(Ricardo Mello)
(Revista Ser Mais)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 24 de junho de 2014

Aproveitando Uma Experiência de Vida

Sempre é interessante observar a vida, analisando erros e acertos por outros cometidos, principalmente daqueles que por sua vivência, podem nos transmitir sua experiência de vida, algo que jamais deverá ser desprezado.
A melhor experiência que existe, é você saber aproveitar e analisar os erros que os mais velhos cometem ou cometeram, para não repeti-los.
Costumam os jovens dizer que "a sua experiência não serve para mim", o que indiscutivelmente é um grande engano, pois se as experiências vividas tiveram bons resultados, por que não aproveitar a fórmula usada, claro que adequando a fórmula antiga aos tempos modernos? Se, pelo contrário, as experiências foram más, já se pode saber, ao menos, o que NÃO se deve fazer.
Por exemplo, na minha infância, pude observar os efeitos altamente nocivos que o cigarro produzia para a saúde de meu pai. Ele tinha homéricos acessos de tosse, além de problemas cardíacos, e uma série de outros efeitos que todo fumante conhece de sobejo.
Vendo isso na minha frente, a atitude mais lógica foi aquela que tomei. Decidi NUNCA fumar. Ainda mais que meu pai, em suas longas conversas comigo, sempre costumava dizer que, se alguém o houvesse alertado na juventude sobre os efeitos do cigarro no organismo, jamais teria fumado. Claro, se o cigarro era o responsável direto por todos os problemas de saúde que ele enfrentava, por que não aproveitar sua experiência infeliz, e tomar a decisão mais acertada de minha vida?
Claro que tive que defender minha decisão com bravura, pois naquela época, eu fazia parte de uma "turminha da pesada" , e para defender meu ponto de vista, fui obrigado muitas vezes a "sair no braço" com os outros moleques, que queriam me obrigar a fumar.
Eis aí um bom exemplo de que as experiências dos mais velhos sempre podem ser extremamente úteis, desde que devidamente analisadas.
Fica aqui um alerta para todos, jovens e não tão jovens. Uns, que procurem dar bons exemplos, e que procurem o caminho do diálogo, e outros, que saibam aproveitar, tanto os bons quanto os maus exemplos, para melhor direcionar seu caminho, podendo assim, fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA.

(Marcial Salaverry)
(Recanto das Letras)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Viver

É ter consciência da realidade que se esconde atrás da aparência. 
É ver além dos cinco sentidos. 
É enxergar com os olhos da alma... 
A vida materializa nossos pensamentos. 
Conforme acreditamos, ela se torna. 
Cultivando medo, a falta de amor, o egoísmo e a descrença. 
Não é esse o caminho. 
As pessoas querem, mas suas atitudes revelam o oposto. 
Para receber é preciso primeiro dar. 
Para atrair é preciso irradiar. Essa é a força da vida. 
Se Deus colocou tanta beleza, tanta vida, tanta alegria e perfume em simples flores, o que não terá feito com o Homem?!
Deus sempre faz o melhor. 
ELE nos deu beleza, sentimento, alegria, bondade e possibilidade de escolher. 
A dor, o sofrimento, a maldade, o ódio, a ignorância vem da nossa necessidade de perceber. 
Deus permite o contraste para que possamos enxergar claro. 
De que adiantaria acender uma luz na claridade? É nas trevas que ela é percebida. 
Sem a tristeza, a alegria não seria apreciada, sem a carência a abundância não teria significado. 
Somos todos crianças na "escola da vida". 
Durante nossa "infância", precisamos experimentar para ganhar senso de realidade... 
O sofrimento é pano de fundo para que o bem seja notado. Baseado na perfeição de Deus: 
A natureza nos ensina isso. Basta olhar. 
Não lhe parece que um Deus tão extraordinário, tão criativo, que colocou tanta beleza, tanto perfume na simplicidade de uma flor, que enfeitou nosso mundo com um céu tão azul, um mar tão belo, tudo para nos fazer felizes, só nos destina à FELICIDADE e à ALEGRIA...
A dor serve para nos levar aos cuidados da preservação. É um alerta que nos adverte que algo não está bem. 
Sem ela, não teríamos referencial. 
O CAMINHO QUE TE LEVARÁ À FELICIDADE COMEÇA EM VOCÊ MESMO!

(Zibia Gasparetto)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Desafios da Vida

A vida é possível apenas por meio de desafios. 
A vida é possível apenas quando você tem ambos, bom tempo e mau tempo, quando você tem ambos, prazer e dor, quando você tem ambos, inverno e verão, dia e noite.
Quando você tem ambos, tristeza e alegria, desconforto e conforto. A vida se move entre essas duas polaridades. 
Movendo-se entre essas duas polaridades, você aprende como ter equilíbrio. Entre essas duas coisas, você pode aprender como voar até a estrela mais distante. 
As dificuldades sempre existem, são parte da vida. E é bom que existam, ou não haveria crescimento. Dificuldades são desafios. Elas o incitam a trabalhar, a pensar, a descobrir meios de sobrepujá-las. 
O próprio esforço é essencial. Assim, sempre tome as dificuldades como bênçãos. Sem dificuldades, estaríamos perdidos. Dificuldades maiores virão, e isso significa que a existência está cuidando de você, está lhe dando mais desafios. E, quanto mais você os soluciona, maiores desafios estarão esperando por você. 
As dificuldades desaparecem somente no último momento, mas esse último momento chega somente devido às dificuldades. Assim, nunca tome negativamente qualquer dificuldade. 
Descubra o algo positivo nela para o seu aprendizado. A mesma rocha que bloqueia o caminho poderá funcionar como um degrau. E se não houvesse essa rocha no caminho, como você se elevaria? E o próprio processo de ir acima dela, tornando-a um degrau, dá-lhe uma nova atitude de ser. 
Quando você pensa criativamente sobre a vida, tudo é útil e tudo tem algo a lhe dar. Nada é sem sentido.

(Osho)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 17 de junho de 2014

Coisas que a Vida Ensina Depois dos 40

Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos,
cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...

(Artur da Távola)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Agradeça Pela Vida

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes. 
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.
Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos.
Nos calamos quando deveríamos falar, falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso “porque não estamos acostumados com isso” e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.
E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença!
E o tempo passa…
Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: e agora?!
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.
Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.
Olhe para frente !
Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para dentro e agradecer pela vida, que mesmo efêmera, ainda está em nós.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 13 de junho de 2014

A caminhada da vida

Na caminhada da vida, aprendi que nem sempre temos o que queremos. 
Porque nem sempre o que queremos nos faz bem.
Foi preciso as dores, para que eu aprendesse com as lágrimas.
Foi necessário o riso, para que eu não me enclausurasse com o tempo.
Foi preciso as pedras, pra que eu construísse meu caminho.
Foram fundamentais as flores, para que eu me alegrasse na caminhada.
Foi imprescindível a fé, para que eu, não perdesse a esperança.
Foi preciso perder, para que ganhasse de verdade.
Foi no silencio que fui ouvido com clareza.
Pois sem provas não tem aprovação.
E a vitória sem conquista é ilusão.
E a maior virtude dos fortes é o PERDÃO.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Lidando com um Amor Não Correspondido

Sofrimentos de amor acometem homens e mulheres. Quem já não sofreu a pungente dor de um amor não correspondido ou complicado? Quantas vezes ficou com os olhos fixos no telefone e ele não tocou? A pessoa amada não ligou. Quantas vezes você checou seus e-mails à espera de um e-mail do seu amor? A caixa lotada, mas nenhuma linha da pessoa amada. Amor sem beijos, sem carinhos e quase sem a presença da pessoa amada.
Algo em comum aumenta o sofrimento do amor não correspondido: a desilusão e a esperança. A dor é forte, mas um fiozinho de esperança acalenta seu coração. O que é proibido e complicado parece mais saboroso. Quando a pessoa amada liga, depois de semanas sem dar notícias, seu coração dispara. Ouvir a voz dele (a) é um consolo para suas noites insones. Na caixa de e-mails, lá está o e-mail esperado. Seu coração se aquece; a esperança retorna com mais força.
Se você vive um amor complicado ou não correspondido há algum tempo, pare e pense. Os minutos da sua vida estão passando. E o que você tem feito da sua vida a não ser esperar e esperar pela atenção da pessoa amada? Os amores impossíveis ou platônicos têm algo em comum: a inacessibilidade da pessoa amada. Ela nunca está presente. Fugidia, irreal e inconstante. Uma pessoa que não está “na sua". No entanto, é difícil acordar para a realidade.
A vida é feita de escolhas. Traçamos nossos destinos baseados (a) em nossas emoções e sentimentos. Atraímos as pessoas e os amores. Você quer ser feliz ou não? Gostaria de viver um amor correspondido? O destino está lhe preparando um grande amor. Basta sua decisão: parar de sofrer. Parar de roer as unhas de raiva, ciúme e desilusão. Ponha um ponto final neste amor doido em que você ama e a outra pessoa é sempre difícil e inacessível. Você pode dizer: “Meu amor basta para nós dois!" Será?
Para viver um amor complicado você precisa de uma certa dose de masoquismo. Sofrimento misturado à alegria, quando você recebe uma migalha de carinho. Algumas pessoas não sabem viver um amor correspondido. Atraem para si pessoas complicadas. Gostam do mistério e do irreal. Não deixa de ser um motivo para fugir à realidade sofrida.
O fortalecimento da sua auto-estima será muito promissor para sua felicidade amorosa. Invista em você mesmo (a). Renove sua esperança. Chega de masoquismo! As pessoas que sofrem muito por um amor não correspondido, não têm fé no futuro. Recarregue a bateria da sua fé. Você vai encontrar alguém que corresponda ao seu amor. Por que não? É difícil abandonar este alguém tão maravilhoso e difícil? Por que valoriza tanto esta pessoa? Mais uma vez, a imaginação lhe pregando peças. Saiba diferenciar o amor verdadeiro da fantasia e da ilusão. O amor verdadeiro é uma troca real de carinho, presença e comprometimento.
Faça as pazes com seu espelho. Afirme para si mesmo (a) que você merece amor, carinho e respeito. E se a outra pessoa não corresponde ao seu amor, azar o dela! Não sabe o que está perdendo! Aliás, você sim, está perdendo uma chance maravilhosa de encontrar outra pessoa e ser verdadeiramente feliz!

(Sandra Cecília)
(Fonte para Reflexão)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 10 de junho de 2014

Não Quero Ser Em Sua Vida

O primeiro! Pois é no primeiro que se consegue verificar todos os nossos erros, vendo o quanto é preciso aprender;
O último! Pois ele é quem leva a responsabilidade de realizar tudo quanto os outros não foram capazes, ou competentes, o suficiente para sustentar um relacionamento;
O mais importante! Nem pensar, pois geralmente as coisas mais importantes são aquelas que menos lembramos, apenas sabemos que são importantes por alguma coisa que fizeram;
O único! Pois jamais seria capaz de lhe entender, em todos os sentidos, antes que enjoasse de mim, não satisfazendo seus desejos por não ter tempo de conhece-los.
Em sua vida, gostaria, apenas, de ser aquela pessoa que não fosse muito importante, não estivesse na lista dos primeiros, nem tão pouco na dos últimos, que não fizesse você se arrepender de não ter outras experiências, mesmo que me tendo como alguém especial, entretanto, feitor da sua opressão, e sim, uma pessoa que na sua vida entrou, fez morada, e permanece para sempre em seus sonhos. A qual faria você sentir frio mesmo sob um calor de 40 graus, que à noite, quando olhar para o céu veja em cada estrela que compõe as constelações o quanto, mesmo distante, estava próximo um do outro. 
Que ao ler o livro da sua vida possa encontrar-me como autor de sua felicidade - mesmo que temporária. 
Aquele que com um jeito irreverente buscava arrancar de forma suave e quase despercebidamente a sinceridade que brilhava no interior de seus olhos, fascinando a quem os contemplava. 
Alguém do qual jamais esquecerá, não como um amigo, namorado, mas a pessoa que fez com que você por algum tempo ou, quem sabe sempre, sentisse a verdadeira importância de um sentimento puro, simples, sincero e profundo. 
Infelizmente, acredito que não consegui todos os meus ideais.
No entanto, espero que você tenha esse nome em um local separado dos outros:

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Pequenos Gestos

É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano... Vejamos:
A mais longa caminhada só é possível passo a passo...
O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...
Os milênios se sucedem, segundo a segundo...
As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes...
A imponência do pinheiro e a beleza do ipê começaram ambas na simplicidade das sementes...
Não fosse a gota e não haveria chuvas...
O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos e a mais bela construção não se teria efetuado senão a partir do primeiro tijolo...
As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia...
Como já refere o adágio popular, nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...
É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais tenham dado vida à Ave Maria, de Bach, e à Aleluia, de Hendel...
O brilhantismo de Einstein e a ternura de Tereza de Calcutá tiveram que estagiar no período fetal e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, dispensou a fragilidade do berço...... 
Assim também o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...
Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele:esta parcela que chamamos de Eu.Não é fácil nem rápido...
Mas vale a pena tentar! Sorria!!!

Fábio Azamor é Autor do Livro Agora é Tarde.
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Uma Só Vez Na Vida

Só uma vez em sua vida, eu realmente acredito, você encontra alguém que pode virar seu mundo de cabeça pra baixo. 
Você diz a essa pessoa coisas que nunca compartilhou com outra alma, ela absorve tudo que você diz e quer até ouvir mais. 
Você divide suas esperanças para o futuro, sonhos que jamais se realizarão, objetivos que nunca foram alcançados e as tantas decepções que a vida te deu. 
Quando algo maravilhoso acontece, você mal pode esperar para contar a essa pessoa, sabendo que ela vai dividir essa empolgação com você. 
Essa pessoa não tem vergonha de chorar com você quando você está triste ou rir com você quando você age como um bobo. 
Ela nunca fere seus sentimentos ou faz você se sentir como se não fosse bom o bastante, mas sim te torna mais forte e te mostra as coisas em você que te fazem especial e belo. 
Com ela, não existe pressão, ciúmes ou competição, somente paz e tranquilidade quando ela está por perto. 
Você pode ser você mesmo e não se preocupar com o que ela pensará de você porque ela te ama pelo que você é. 
As coisas que parecem insignificantes para a maioria das pessoas, como uma nota, uma canção ou uma caminhada se tornam tesouros inestimáveis guardados em segurança em seu coração para serem acalentados para sempre. 
Memórias de sua infância retornam e são tão claras e vívidas, como se você voltasse a ser jovem de novo. 
As cores parecem mais vivas e mais brilhantes. 
Sorrir se torna parte da vida diária onde antes era raro ou até mesmo não existia. 
Uma ou duas ligações durante o dia te ajudam a enfrentar a longa jornada de trabalho e sempre trazem um sorriso à sua face. 
Na presença dessa pessoa, não há necessidade de uma conversa contínua, mas você se descobre muito feliz por apenas tê-la ali por perto. 
Coisas que nunca te interessaram antes tornam-se fascinantes, pois você sabe que elas são importantes para esta pessoa que é especial para você. 
Você pensa nesta pessoa em todas as ocasiões e em em tudo o que você faz. 
Coisas simples as trazem à mente, como um céu azul-claro, uma brisa ou até uma nuvem de tempestade no horizonte. 
Você abre o seu coração sabendo que há uma chance de ele ser partido um dia e, ao abrir o seu coração, você vivencia um amor e alegria que jamais sonhou serem possíveis. 
Você descobre que ser vulnerável é a única maneira de permitir o seu coração a sentir o verdadeiro prazer que é tão real, que te assusta. 
Você encontra forças em saber que tem um verdadeiro amigo e possivelmente uma alma gêmea que permanecerá leal até o fim. 
A vida parece completamente diferente, empolgante e passa a valer a pena. 
Sua única esperança e segurança está em saber que essa pessoa é uma parte da sua vida. 

(Bob Marley)
(Frases Famosas)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 3 de junho de 2014

A Vida Me Ensinou

A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tirá-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las; 
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro; 
Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.

(Charles Chaplin)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 2 de junho de 2014

A Vida e a Viagem de Trem

A vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, agradáveis surpresas em muitos embarques e grandes tristezas em alguns desembarques.
Quando nascemos, entramos nesse magnífico trem e nos deparamos com algumas pessoas, que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco, nossos pais.
Infelizmente isso não é verdade, em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos do seu carinho, amizade e companhia insubstituível. Isso porém não nos impedirá que durante o percurso, pessoas que se tornarão muito especiais para nós, embarquem. Chegam nossos irmãos, amigos, filhos e amores inesquecíveis!
Muitas pessoas embarcarão nesse trem apenas a passeio, outras encontrarão no seu trajeto somente tristezas e ainda outras circularão por ele prontos a ajudar quem precise.
Vários dos viajantes quando desembarcam deixam saudades eternas, outros tantos quando desocupam seu assento, ninguém nem sequer percebe.
Curioso é constatar que alguns passageiros que se tornam tão caros para nós, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos, portanto somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não nos impede é claro que possamos ir ao seu encontro. No entanto, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já haverá alguém ocupando aquele assento.
Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas, porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os outros passageiros, procurando em cada um deles o que tiverem de melhor, lembrando sempre que em algum momento eles poderão fraquejar e precisaremos entender, porque provavelmente também fraquejaremos e com certeza haverá alguém que nos acudirá com seu carinho e sua atenção.
O grande mistério afinal é que nunca saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros de viagem, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado. Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades. Acredito que sim, me separar de muitas amizades que fiz será no mínimo doloroso, deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos será muito triste com certeza... mas me agarro na esperança que em algum momento
estarei na estação principal e com grande emoção os verei chegar. Estarão provavelmente com uma bagagem que não possuíam quando embarcaram e o que me deixará mais feliz será ter a certeza que de alguma forma eu fui uma grande colaboradora para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.
Amigos, façamos com que a nossa estada nesse trem seja tranquila, que tenha valido a pena e que quando chegar a hora de desembarcarmos o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina