Paginas

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Feliz Natal e Ano Novo

Nossa vida é uma história escrita por nossas escolhas. 
Os melhores caminhos para uma linda história sem dúvida são os que emocionam e motivam. 
Todos tem dificuldades, todos sofrem perdas, lidar com elas é uma questão de tempo independente da vontade. 
Somar força humana em sua caminhada é uma arte que não nasce em dom, mas da maturidade que adquirimos para refinar nossos filtros. 
Ninguém vai a lugar algum sozinho. 
Na vida eu aprendi que o orgulho é a essência de todo o mal humano. 
Parte dele todas as atitudes que magoam, decepcionam e aterrorizam a humanidade. 
Muitas coisas já me impressionaram nessa vida, muitas, mas hoje, o simples ato de neutralizar o orgulho humano com um gesto de bem me emociona de verdade. 
Parar o mal com o bem, estancar sua ira com doçura me faz admirar qualquer ser. 
Teremos um mundo melhor quando palavras como vingança, inveja, devolver na mesma moeda, ou magoa vitalícia forem recicladas como energia positiva para mover o bem e a esperança dentro de nós. 
Todo o dia é dia para tentar, seja primeiro de janeiro ou qualquer outro dia, mas faça de seu dia o primeiro dia da grande virada. 
É o que desejo para todos aqueles que amo é para toda a humanidade. Feliz vida nova!

Jean Carlos Sestrem
Colaboração: Carlos E. Della Justina


Que o mundo tenha fraternidade
Que a paz possa acontecer
Que o amor seja de verdade
Que as luzes possam florescer
Que o Natal plante a felicidade
Que o Ano Novo venha colher.

Guibson Medeiros

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Reflexão Sobre O Natal

Estamos a poucos dias de comemorarmos a data que deveria ser o maior acontecimento dos tempos: o nascimento de Jesus.
Há, porém, uma tristeza indelével pairando no ar.
Pessoas que vão e vêm pelas ruas, preocupadas apenas com os presentes que irão oferecer aos filhos, pais, parentes ou amigos.
Outros, porém existem, que sofrem nesse dia a perda irreparável de entes queridos que não irão estar presentes às comemorações,
esquecendo-se de que a vida é eterna e que só morremos realmente,
quando deixamos de acreditar em nossos sonhos.
Alguns sofrem por estarem longe de seus filhos, pais ou irmãos  que estão distantes.
Há aqueles que sofrem por não terem condições financeiras
de oferecer aos filhos o tão esperado presente de “Papai Noel”
e talvez nem mesmo dinheiro possuam para comprar  um alimento 
para ser  servido à mesa no dia de Natal.
E o verdadeiro sentido desta data, onde entra?
Jesus não veio ao mundo para que seu nascimento fosse comemorado com bens materiais.
Jesus veio ao mundo para que nossa visão de vida ganhasse um novo sentido de esperança.
Veio nos ensinar a deixar de lado nosso egoísmo;
veio nos ensinar o amor ao próximo, mas não aquele amor que só ama aos que realmente estão próximos a nós; isso é fácil!
Jesus veio nos ensinar que devemos estender nossa visão para além daquilo que conseguimos enxergar.
E existe muito, muito mesmo o que se ver.
Pessoas se preocupam demais com coisas que vistas pelo lado espiritual, perdem sua importância.
Jesus veio pregar o amor, a compreensão, o desapego, a caridade e a solidariedade.
Amor que deve se estender a todos os seres vivos.
Desapego aos bens materiais, porque ao nascer não trazemos nada nas mãos, a não ser o desejo de aprender e crescer espiritualmente
e ao partir levamos apenas as nossas experiências de vida.
Solidariedade e caridade para com o irmão necessitado do pão para seu corpo sim, mas muito mais do pão para sua alma.
E essa solidariedade e caridade, não devem ser praticadas apenas no decorrer das festividades de Natal e Ano Novo.
Devem ser postas em prática a vida inteira, assim como Jesus nos ensinou.
Pessoas existem que se confraternizam nesta época do ano,
se perdoam mutuamente as ofensas trocadas, apertam as mãos, se abraçam, cantam, bebem e riem juntos, mas no dia seguinte, quando a vida volta ao normal, todas as promessas são esquecidas
e cada qual retoma sua vida e seus propósitos se dissolvem no ar feito fumaça.
O mesmo egoísmo volta a dominar suas vidas.
O Natal é uma data bonita que deve ser comemorada com a alma, com alegria, com amor. 
Jesus nasceu com o objetivo claro e único de dar a vida por nós, para nos salvar.
Vamos procurar mostrar a Ele que seu sacrifício não foi em vão.
Pense nisto:
vamos procurar fazer deste Natal não apenas mais uma data em que trocaremos presentes, abriremos champanhe e brindaremos
junto aos nossos mas, sim, uma data de renovação de nossos propósitos de vida e de renascimento interior.

FELIZ NATAL!
Rose Mori
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Bate O Sino!

Bate o sino pequenino em
nossos corações!
Afinal de contas: É Natal!
De todas as datas, com certeza, esta é a mais bela.
No Natal o ser humano esquece de suas dificuldades e se enche
de bondade e esperança.
Que maravilha seria viver num mundo onde o espírito do Natal
estivesse sempre presente no coração dos homens.
Gostaria de te desejar muita paz, muito amor, muita alegria e tudo
aquilo que você mais deseja.
Que possamos desfrutar de uma vida de muito amor e harmonia.
E que nesse ano que está vindo, você possa alcançar todos os
seus objetivos.

Feliz Natal!

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Natal Informático

Dê um CLIQUE DUPLO neste NATAL!
ARRASTE JESUS 
para seu DIRETÓRIO PRINCIPAL,
SALVE-O em todos seus ARQUIVOS PESSOAIS,.
SELECIONE-O como seu DOCUMENTO MESTRE..
Que ele seja seu MODELO 
para FORMATAR sua vida:
JUSTIFIQUE-a e ALINHE-a 
À DIREITA e À ESQUERDA,
sem QUEBRAS na sua caminhada.
Que JESUS não seja apenas 
um ÍCONE, um ACESSÓRIO, 
uma FERRAMENTA, um RODAPÉ, 
um PERIFÉRICO, 
um ARQUIVO TEMPORÁRIO, 
mas o CABEÇALHO, 
a LETRA CAPITULAR, 
a BARRA DE ROLAGEM
de seu caminhar.
Que Ele seja a FONTE de energia 
para sua ÁREA DE TRABALHO, 
o PAINTBRUSH
para COLORIR seu sorriso, 
a CONFIGURAÇÃO de sua simpatia, 
a NOVA JANELA para VISUALIZAR
o TAMANHO de seu amor.
No seu dia-a-dia, seja Ele
o PAINEL DE CONTROLE
para DESFRAGMENTAR sua vida, 
fazer DOWNLOAD de seus sonhos 
e OPTIMIZAR suas realizações.
DESATIVE seu egoísmo,
COMPACTE suas liberdades,
CANCELE seus RECUOS, 
e DELETE seus ERROS.
COMPARTILHE seus RECURSOS,
ACESSE o coração de seus amigos.
e ESCANEIE para eles
o que você tem de bom.
Não deixe à MARGEM ninguém, 
ABRA as BORDAS de seu coração
e REMOVA dele o VÍRUS do desamor.
Antes de SAIR, 
coloque JESUS nos seus FAVORITOS
e seu NATAL será o ATALHO
para sua felicidade!
CLIQUE agora em OK
para REINICIAR e ATUALIZAR 
seus CONTEÚDOS!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Céu De Amor

Formam-se nuvens de esperança num céu de bondade, Em cada coração há um enorme desejo de felicidade e alegria!
Lares se iluminam numa magia sem qualquer maldade, 
Iniludível, apenas o amor engrandece este lindo e peculiar dia…
Zelando totalmente pela nossa total paz e harmonia!
No íntimo de cada um de nós está o sentimento mais puro, 
Aquele que norteia o significado verdadeiro da comemoração, 
Todos sabem que Jesus é o nosso salvador e o porto seguro, 
Aquarela de todas as emoções num só bondoso coração, 
Libertando em todos nós os termos da sublime doação!
Alegria em cada rosto sem mascarar a tristeza, 
Mudanças de atitudes e gestos de solidariedade, 
Inquietação vestida da mais simples e calorosa nobreza, 
Guardando em cada Ser o sentido da sua própria verdade, 
Originando a fagulha da mais verdadeira e sincera felicidade, 
Somamos nossas expectativas numa única vontade: 
PAZ.

Se é Natal…
Porque ficar triste?
Se deixe levar…
Pela magia que no ar existe!

Se o bom velhinho
Vem ou não vem
Só o fato de você existir
Já é um grande bem…

Seja alegre e não triste…
Pelo simples fato
De que “você existe”…

Rico, pobre, gordo, magro…
Baixo, alto, feio, bonito…
Escuta o que te digo…

Você é único…
E a certeza deve sempre ter
Jesus te dá a chance
A grande chance de viver…

Seu Natal não pode ser triste
Pela alegria de que “você existe”
Então não se sinta mal…
Se solte e…”

Feliz Natal!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

O Que É Natal Pra Você?

O que é Natal pra você?
Alguns me responderiam que é uma festa de final de ano, outros diriam até que é uma comemoração do nascimento de Cristo!
Mas de que vale admirar um ser tão maravilhoso e não ter a capacidade de querer tornar-se semelhante a Ele?
A maioria de nós, desfruta de uma “ceia” de Natal, somos aconchegados e acalorados pelo espírito “festivo” do Natal!
Mas será que nós realmente pensamos em nossos semelhantes como imaginamos?
Será que a imagem que transmitimos à sociedade reflete aquilo que realmente somos?
Muitos passam fome no Natal, e enquanto estamos cheios de “espírito”, esses passam frio também!
Quantos de nós, no Natal, lembramos desses ainda que numa simples e humilde prece?
É isso mesmo meus amigos, Natal não é só para festejar, Natal é para refletir…
Que este ano, o espírito de Natal não se perca apenas em vaidades, pedidos e comemorações, mas que ele possa ser elevado ao verdadeiro propósito do Natal, amar ao próximo assim como Jesus nos amou, este é o verdadeiro ensinamento do Salvador.
Tenha um feliz Natal, um próspero Ano Novo e uma imensa vontade de mudar…

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Um Desejo De Natal

Papai Noel neste Natal eu desejo que a paz e a harmonia encontre moradia em todos os corações.
Que a esperança seja um sentimento constante em cada ser que habita este planeta.
Desejo que o amor e a amizade prevaleça acima de todas as coisas materiais.
Que as tristezas ou mágoas, sejam banidas dos corações, dando lugar apenas ao carinho.
Que a dor do amor, encontre o remédio em outro amor.
Que a dor física, seja amenizada e que Deus esteja ao lado de todos, dando muita força, fé e resignação.
Que a solidão seja extinta, e no seu lugar se instale a amizade verdadeira, e o companheirismo.
Que as pessoas procurem olhar mais a sua volta, e não tanto para si mesma.
Que a humildade e o respeito residam na alma e no coração de todos. Que saibamos amar e respeitar o próximo como a nós mesmos.
Desejo também que meu pedido se realize não só neste Natal, mas em todos os dias de nossas vidas!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Sonhos De Crianças

Fiquei sabendo que você cresceu e já não acredita mais em Papai Noel.
Como pode esquecer daquele tempo de criança, onde a fantasia reinava? 
O tempo em que você antes de se deitar, colocava seu sapatinho na janela e acordava cedinho, na esperança de encontrar o presente que Papai Noel lhe deixaria?
Hoje seus sonhos são outros… Cadê a “sua” criança? Perdeste-a ao longo da vida? Não estará ela escondidinha no seu coração? Procure-a! Ela ainda vive dentro de você! Não deixe que seus sonhos morram! A fantasia nos faz viver, sonhar, desejar…
Coloque seu sapatinho na janela! Faça seu pedido! Talvez ele demore um pouco a se realizar, mas a vida já te ensinou que tudo tem seu tempo e você já aprendeu a esperar, a ter paciência… 
Já aprendeu que se seu pedido não se realizar pode já ser um grande presente, pois nem tudo que queremos é para o nosso bem, então, pegue seu sapatinho da esperança coloque-o na janela do desejo e aguarde para que seus sonhos se tornem realidade. 
Depois sorria, compreenda, dê pulos e agradeça seu presente de Natal! E seja muito, muito feliz!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Linda Mensagem De Natal

Um dia, Gabriel acordou, muito contente, era a véspera de Natal, pois para ele era uma data muito importante!
Era o dia do aniversário do Menino Jesus, e também o dia que Papai Noel vinha visitá-lo todos os anos.
Com seus seis aninhos, esperava ansiosamente o cair da noite para voltar a dormir, e no outro dia encontrar em seu pé de meia, o seu presente de Natal, pois nem tinha uma árvore de Natal.
Dormiu muito tarde, para ver se pegava aquele velhinho no “flagra”, mas como o sono era maior que sua vontade, dormiu profundamente.
Mas, na manhã de Natal, percebeu que seu pé de meia não estava lá, e que não havia presente nenhum em toda sua casa.
Seu pai desempregado, com os olhos cheios de água, observava atentamente o seu filho, e esperava para tomar coragem para falar que o seu sonho não existia, e com muita dor no coração, o chama:
– Gabriel, meu filho, vem cá!
– Papai? – O que foi filho?
– O Papai Noel se esqueceu de mim…
Falando isso, Gabriel abraça o pai, e os dois se põem a chorar, quando Gabriel fala:
– Ele também se esqueceu de você pai?
– Não meu filho.
O melhor presente que eu poderia ter ganhado na vida, está em meus braços, e fique tranquilo, pois eu sei que o Papai Noel não se esqueceu de você.
– Mas todas as outras crianças vizinhas estão brincando com seus presentes… Ele pulou a nossa casa…
– Pulou não… O seu presente está te abraçando agora, e vai te levar para um dos melhores passeios de sua vida!
E assim foram para um parque, e Gabriel brincou com o pai durante o resto do dia, voltando somente no começo da noite.
Chegando em casa muito sonolento, Gabriel foi para seu quarto, e “escreveu” para o Papai Noel:
“Querido Papai Noel, eu sei que é cedo demais para pedir alguma coisa, mas quero agradecer o presente que o senhor me deu. Desejo que todos os Natais que eu passe, faça com que meu pai se esqueça de seus problemas, e que ele possa se distrair comigo, passando uma tarde maravilhosa como a de hoje. Obrigado pela minha vida, pois descobri que não são com brinquedos que somos felizes, e sim, com o verdadeiro sentimento que está dentro de nós, que o senhor desperta nos Natais. De quem te agradece por tudo, Gabriel.”
E foi dormir com um lindo sorriso nos lábios.
Entrando no quarto para dar boa noite ao seu filho, o pai de Gabriel viu a cartinha, e a partir desse dia, não deixou que seus problemas afetassem a felicidade dele, e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos...
Se um simples garotinho de seis anos, conseguiu perceber que os melhores presentes que se pode receber não são materiais, porque nós não fazemos o mesmo?
Que todos vocês que estão lendo esta mensagem, faça com que cada dia seja um Natal, valorizando a amizade, carinho e todos os sentimentos bons que existem dentro de cada um, e depende somente de nós para que isso aconteça…

Feliz Natal!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Carta Para O Papai Noel

Meu querido Papai Noel…, Já faz tanto tempo que eu não escrevo para o senhor, não é? 
Mas hoje, meu bom velhinho, resolvi resgatar aquela criança de brilho nos olhos e o coração cheio de esperanças que ainda vive dentro de mim. 
Não sou mais aquela criança e meus pedidos mudaram um pouco, mas com certeza o senhor poderá me atender.
Eu gostaria de uma pequena caixa vermelha. Isso mesmo vermelha. Que represente a vida.
Para que eu quero essa caixa? Eu explico:
Dentro dela vou guardar todo o amor que eu tenho para dar. 
Toda a esperança que vive dentro de mim. 
Toda a saúde que eu possa ter…. 
Todo o carinho que eu tenho para distribuir.
Vou guardar também a compreensão,… ela está tão rara hoje em dia…. Guardarei também a solidariedade que é tão necessária. 
Guardarei todos os meus sonhos para que nenhum fuja entre os meus dedos. Nela vai caber também o meu sorriso para que eu possa ofertar aos amigos a quem tanto amo….
Vou guardar também todos os momentos felizes, pois não quero me esquecer de nenhum…. 
A minha gargalhada infantil…. 
A minha saudade, porque nela existe a prova do amor e de bons momentos. 
A confiança, pois sem ela não vivemos. 
A minha lealdade para que com ela possam contar. 
A felicidade… para que eu possa compartilhar. O brilho do meu olhar.
Nela também guardarei os meus desejos mais secretos para que um dia eles possam se realizar…. 
As lágrimas, pois elas também são de felicidade…. 
Todos os aprendizados que a vida me fez passar para que eu seja uma pessoa cada vez melhor….
O senhor deve estar se perguntando onde vou guardar essa caixinha… e eu lhe respondo:
Dentro do meu coração, pois de lá sei que ela jamais se perderá… e para sempre vai ficar.
Meu bom velhinho faça que com a chegada do Natal, a criança que cada um tem dentro de si nasça novamente…. 
Que o Menino Jesus nos abençoe e proteja.
A minha criança está viva… e cheia de sonhos a espera do meu pequeno milagre de Natal….

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Loucura

É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. 
Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou. Perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido. Desistir de todos os esforços porque um deles fracassou.
É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu. 
Descrer de todo amor porque um deles te foi infiel.
É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo.
Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma nova amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim, um recomeço…

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

As Qualidades Do Lápis

Será que um simples lápis, desses que estão a ser substituídos pelas esferográficas, nos podem dar lições para a vida?
Um dia, uma avó estava a escrever com o lápis. Na mesa, estava também uma borracha e um afia-lápis. Aproximou-se dela um netinho e perguntou-lhe:
- Avó, o que é que está a escrever?
- Estou a tentar escrever um poema para passar o tempo. Mas gostaria de te dizer uma coisa.
- Diga, avó!
- Gostaria que tu, quando cresceres e fores grande, fosses como este lápis.
- Ha vó, mas o que é que um lápis tem de especial?…
- Depende do modo como olhas para as coisas. No lápis há qualidades que, se as conseguires manter ao longo da tua vida, serás uma pessoa feliz.
Então a avó explicou-lhe as cinco qualidades do lápis.
Primeira qualidade: 
O lápis redige belos textos ou faz lindos desenhos, mas para isso tem que ter uma mão a guiá-lo. Cada pessoa deve também deixar-se conduzir por quem a orienta para a felicidade.
Segunda qualidade: 
O lápis, de vez em quando, necessita de ser afiado e para isso utiliza-se o afia-lápis. Isto faz com que ele sofra um bocado. Cada pessoa necessita também de suportar sacrifícios na vida.
Terceira qualidade: 
O lápis permite que utilizemos uma borracha, sempre que é preciso apagar aquilo que está errado. Cada pessoa necessita de ir apagando os erros que faz e fazer cada vez menos.
Quarta qualidade: 
O que realmente é importante no lápis não é a madeira, mas a qualidade do grafite que está dentro. Cada pessoa vale não pelo aspecto exterior, mas pelo amor e sabedoria que tem no seu íntimo.
Quinta qualidade: 
O lápis, ao escrever ou desenhar, deixa sempre uma marca mais ou menos bela. Cada pessoa, com a sua vida, deixa no mundo traços de maior ou menor beleza. Depende do seu coração.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Eu Te Desafio

Eu te desafio a reclamar menos do que não dá certo. E a sorrir a cada pequena conquista.
Ao invés de olhar sempre para a própria vida, virar um pouco a cabeça e enxergar o outro.
A saborear cada passo e não te preocupar somente com a meta final.
A, por mais que as coisas fiquem nebulosas, não endurecer.
A entender que certos vazios fazem parte do processo.
A não esquecer das delicadezas que importam tanto.
A lembrar sempre que todo mundo tem uma força que só aparece na hora do aperto. E a se deixar enfraquecer às vezes.
A ter consciência que ninguém está aqui por acaso e que precisamos ter objetivos concretos na vida. E a aceitar que nem sempre descobrimos quais são esses objetivos cedo.
A nunca desistir de tentar e a não se esconder no primeiro não.
A entender que sonhos são fundamentais para a nossa sanidade mental. E a não esquecer de quem nos acolhe.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Fábula Da Verdade

Um dia, a Verdade andava visitando os homens sem roupas e sem adornos, tão nua como o seu nome.
E todos que a viam viravam-lhe as costas de vergonha ou de medo e ninguém lhe dava as boas vindas.
Assim, a Verdade percorria os confins da Terra, rejeitada e desprezada.
Uma tarde, muito desconsolada e triste, encontrou a Parábola, que passeava alegremente, num traje belo e muito colorido. 
- Verdade, por que estás tão abatida? 
– perguntou a Parábola.
- Porque devo ser muito feia já que os homens me evitam tanto! 
- Que disparate! 
– riu a Parábola 
– não é por isso que os homens te evitam.
Toma, veste algumas das minhas roupas e vê o que acontece.
Então a Verdade pôs algumas das lindas vestes da Parábola e, de repente, por toda à parte onde passa era bem-vinda. 
- Pois os homens não gostam de encarar a Verdade nua. eles a preferem disfarçada.

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

O Tesouro Da Vida São As Pessoas

Sua presença é um presente para o mundo.
Você é única e só há uma igual a você.
Sua vida pode ser o que você quer que ela seja.
Viva os dias, apenas um de cada vez.
Conte suas bênçãos, não os seus problemas.
Você os superará, venha o que vier.
Dentro de você há muitas respostas.
Compreenda, tenha coragem, seja forte.
Não coloque limites em si mesmo.
Muitos sonhos estão esperando para serem realizados.
As decisões são muito importantes para serem deixadas ao acaso.
Alcance o seu máximo, seu melhor, seu prêmio.
Não leve as coisas tão a serio.
Viva um dia de serenidade e não de arrependimento.
Lembre-se que um pouco de amor dura muito.
Dura sempre! Lembre-se que a amizade é um investimento sábio.
Os tesouros da vida são as pessoas.
Perceba que nunca é tarde demais.
Faça a coisa simples, de uma forma simples.
Tenha saúde.
Viva melhor.
Faça como os passarinhos.
Comece o dia cantando. A música é o alimento para o espírito.
Cante qualquer coisa, cante desafinado, mas cante!
Cantar dilata os pulmões e abre a alma para tudo
de bom que a vida tem por oferecer.
Se insistir em não cantar, ao menos ouça muita música
e deixe-se absorver por ela.
Ria da vida. Ria dos problemas. Ria de você mesmo.
Ria das coisas boas que lhe acontecem.
Ria das besteiras que fez. Ria abertamente para que todos
possam se contagiar com a sua alegria.
Não se deixe abater pelos problemas.
Se você se convencer de que está bem, vai acabar acreditando e se sentindo bem.
O bom humor, assim como o mau humor, é contagiante.
Qual deles você escolhe?
Leia coisas positivas. Leia bons livros, poesias, pois a poesia é a arte de aceitar a alma.
Pratique algum esporte.
Encare suas obrigações com satisfação.
É maravilhoso quando se gosta do que faz.
Ponha amor em tudo o que estiver ao seu alcance.
Quando for fazer alguma coisa, mergulhe de cabeça.
Não viva emoções mornas, próprias de pessoas mornas.
Não deixe as oportunidades que a vida oferece. Elas não voltam.
Nenhuma barreira é intransponível se você estiver disposto a lutar.
Não deixe que os problemas acumulem. Resolva-os logo! Fale.
Converse. Escute. Brigue.
O que mata é o silêncio e o rancor.
Exteriorize tudo, deixe que as pessoas saibam que você as estima,
as ama, precisa delas, principalmente em família.
Amar não é vergonha.

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O Que É O Destino?

O que é o destino?
Uma vontade,
Uma ordem,
Um sonho…
Destino é algo sem escolha?
Não sabemos o que é, não sentimos sua presença.
Destino é o nome de uma história que precisamos ler até o último capítulo, para entendê-la.
Destino é uma imaginação do futuro, uma criação da vida.
Nós escolhemos nosso destino…
Se permitirmos viver um destino sem querer, estaremos nos rendendo as armadilhas do mundo fazendo parte de uma história que não nos traz felicidade.
Destino é a nossa coragem de lutar por um ideal. Coragem de ser feliz.
Nós escolhemos se queremos viver o calor de uma linda tarde, ou o frio de uma tempestade na madrugada…
Destino simplesmente é a nossa busca pela verdadeira Felicidade.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A Família E O Burro

Era uma vez um casal que tinha um filho de dez anos e um burro.
Decidiram viajar, trabalhar e conhecer o mundo.
Assim, se foram os três com seu burro.
Ao passar por um povoado, Todos comentaram:
“Veja que menino mal educado.
Encima do burro e os pobres pais, puxando as rédeas.”
Então, a mulher disse a seu esposo:
Vamos permitir que essa gente fale mal do menino.
E o esposo resolveu.
Tirou o menino e subiu ele no lombo do burro. E no segundo povoado, Todos murmuravam:
“Veja que tipo sem vergonha. Vai bem cômodo em cima do burro enquanto a mulher e o filho vão puxando as rédeas”
Então, tomaram a decisão de colocar a mulher no lombo do burro, enquanto pai e filho puxavam as rédeas.
Ao passar pelo terceiro povoado, todos comentavam:
“Pobre homem. Depois de trabalhar o dia todo, ainda tem que levar a mulher sobre o burro! E pobre filho que espera dessa mãe!”
Entraram então em um acordo e decidiram subir os três no lombo do burro para começar novamente sua peregrinação. 
Ao chegar no povoado seguinte, todos comentavam:
“São mesmo umas bestas, será que não veem que podem quebrar a coluna do pobre animal.!”
Por último, decidiram descer os três e caminhar junto ao burro.
Porém ao passar pelo povoado seguinte, ouviram todos sorridentes dizerem:
“Vejam só estes três idiotas:
caminham, quando tem um burro que poderia leva-los”

Conclusão:
Sempre vão te criticar, falarão mal de você e será difícil 
encontrar alguém que concorde com suas atitudes.
Então: Viva como gostas! Faça o que te diz o coração! Faça o que sentes! A vida é uma obra de teatro que não permite ensaios.
Por isso: Cante, ria, dance, ame… E viva intensamente cada momento de tua vida, que é muito precioso, viva-o antes que se fechem as cortinas e a obra termine sem aplausos!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Vencendo O Desânimo

O grande carro de luxo parou diante do pequeno escritório à entrada do cemitério e o chofer, uniformizado, dirigiu-se ao vigia.
- Você pode acompanhar-me, por favor? É que minha patroa está doente e não pode andar, explicou. Quer ter a bondade de vir falar com ela?
Uma senhora de idade, cujos olhos fundos não podiam ocultar o profundo sofrimento, esperava no carro.
- Sou a Sra. Adams, disse-lhe. – nestes últimos dois anos mandei-lhe cinco dólares por semana…
- Para as flores, lembrou o vigia. 
- Justamente. Para que fossem colocadas na sepultura de meu filho.
- Vim aqui hoje, disse um tanto consternada, porque os médicos me avisaram que tenho pouco tempo de vida. Então quis vir até aqui para uma última visita e para lhe agradecer.
O funcionário teve um momento de hesitação, mas depois falou com delicadeza:
- Sabe, minha senhora, eu sempre lamentei que continuasse mandando o dinheiro para as flores…
- Como assim? Perguntou a dama.
- É que… A senhora sabe… As flores duram tão pouco tempo… 
- E afinal, aqui, ninguém vê…
- O senhor sabe o que está dizendo? Retrucou à senhora Adams.
- Sei, sim senhora. Pertenço a uma associação de serviço social, cujos membros visitam os hospitais e os asilos.
- Lá, sim, é que as flores fazem muita falta…
- Os internados podem vê-las e apreciar seu perfume.
A senhora deixou-se ficar em silêncio por alguns segundos. Depois, sem dizer uma palavra, fez um sinal ao chofer para que partissem.
Meses depois, o vigia foi surpreendido por outra visita. Duplamente surpreendido porque, desta vez, era a própria senhora que vinha guiando o carro.
- Agora eu mesma levo as flores aos doentes, explicou-lhe, com um sorriso amável.
- O senhor tem razão. Os enfermos ficam radiantes e fazem com que eu me sinta feliz.
- Os médicos não sabem a razão da minha cura, mas eu sei.
- É que reencontrei motivos para viver. Não esqueci meu filho, pelo contrário, dou as flores em seu nome e isso me dá forças.
A Sra. Adams descobrira o que quase todos não ignoramos, mas muitas vezes esquecemos. Auxiliando os outros, conseguira auxiliar-se a si própria.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A Vida De Cabeça Para Baixo



Quem nunca teve ou tem enormes problemas na vida? É bem provável que estamos nesta vida para nos tornarmos pessoas melhores. Mas, sejamos francos: como é complicado vencer momentos iníquos, não é mesmo? Nunca sabemos o que nos espera depois da próxima esquina. A única certeza que temos é que há algo nos esperando após a curva.

Quando o céu está para Brigadeiro e o mar para Almirante, logo surgem tempestades com potencial para causar grandes estragos. O que fazer, já que não podemos evitar a vontade da mãe natureza? Preparemo-nos para superá-la com o menor desgaste possível.

Como conseguir isso mais facilmente? Entendendo que o problema em si quase nunca é problema. Na maioria das ocasiões, o problema é a forma como o encaramos. Precisamos perceber, também, que muitas vezes a nossa vida é colocada de cabeça para baixo, para que possamos aprender a viver de cabeça para cima.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

O Preço Do Amor

Uma tarde, um menino aproximou-se de sua mãe, que preparava o jantar, e entregou-lhe uma folha de papel com algo escrito. Depois que ela secou as mãos e tirou o avental, ela leu:
- Cortar a grama do jardim: R$3,00
- Por limpar meu quarto esta semana R$1,00 
– Por ir ao supermercado em seu lugar R$2,00
- Por cuidar de meu irmãozinho enquanto você ia às compras R$2,00
- Por tirar o lixo toda semana R$1,00
- Por ter um boletim com boas notas R$5,00
- Por limpar e varrer o quintal R$2,00
- TOTAL DA DIVIDA R$16,00
A mãe olhou o menino, que aguardava cheio de expectativa.
Finalmente, ela pegou um lápis e no verso da mesma nota escreveu:
- Por levar-te nove meses em meu ventre e dar-te a vida – NADA
- Por tantas noites sem dormir, curar-te e orar por ti – NADA
- Pelos problemas e pelos prantos que me causastes – NADA
- Pelo medo e pelas preocupações que me esperam -NADA
- Por comidas, roupas e brinquedos – NADA
- Por limpar-te o nariz – NADA
- CUSTO TOTAL DE MEU AMOR – NADA
Quando o menino terminou de ler o que sua mãe havia escrito tinha os olhos cheios de lágrimas.
Olhou nos olhos da mãe e disse: “Eu te amo, mamãe!!!”
Logo após, pegou um lápis e escreveu com uma letra enorme:
“TOTALMENTE PAGO”.

Assim somos nós adultos, como crianças, querendo recompensa por boas ações que fazemos.
É difícil entender que a melhor recompensa é o AMOR que vem de Deus.
E para nossa sorte é GRATIS. Basta querermos recebê-lo em nossas vidas!

Que DEUS, abençôe todos vocês no dia de hoje (e sempre), e não devemos esquecer do AMOR universal que nos é cedido pelo PAI !

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

A Lição Do Mendigo

Um mendigo sentava-se na calçada, sempre num lugar onde passavam muitas pessoas. e ao lado, colocava uma placa com os dizeres:
“Vejam como sou feliz! Sou um homem próspero, sei que sou bonito, sou muito importante, tenho uma bela residência, vivo confortavelmente, sou um sucesso, sou saudável e bem-humorado”.
Algumas pessoas olhavam intrigadas, outras o achavam doido e outras até lhe davam dinheiro.
Todos os dias, antes de dormir, ele contava o dinheiro e notava que, a cada dia, a quantia era maior.
Numa bela manhã, um importante e arrojado executivo, que já o observava, há algum tempo, aproximou-se e disse-lhe:
- Você é muito criativo! Não gostaria de colaborar numa campanha da empresa?
- Vamos lá. Só tenho que ganhar!
Após um caprichado banho e com roupas novas, foi levado para a empresa. Daí em diante, sua vida foi uma sequência de sucessos e, em pouco tempo se tornou um dos sócios majoritários.
Numa entrevista coletiva à imprensa, ele esclareceu como conseguira sair da mendicância para tão alta posição:
- Bem, houve uma época em que eu costumava sentar-me nas calçadas com uma placa ao lado, que dizia:
“Sou um nada neste mundo! Ninguém me ajuda! Não tenho onde morar! Sou um homem fracassado e maltratado pela vida! Não consigo um mísero emprego que me renda alguns trocados! Mal consigo sobreviver!”
- As coisa iam de mal a pior quando, certa noite, achei um livro e nele atentei para um trecho que dizia:
“Tudo o que você fala a seu respeito vai-se reforçando. Por pior que esteja a sua vida, diga que tudo vai bem. Por mais que você não goste de sua aparência, afirme que é bonito. Por mais pobre que seja você, diga a si mesmo e aos outros que você é próspero.”
- Aquilo me tocou profundamente e, como nada tinha a perder, decidi trocar os dizeres da placa, e a partir desse dia, tudo começou a mudar. 
A vida me trouxe a pessoa certa para tudo de que eu precisava, até que cheguei onde estou hoje. Tive apenas que entender o Poder das Palavras. O Universo sempre Apoiará tudo o que Dissermos, Escrevermos ou Pensarmos a Nosso Respeito e isso acabará se manifestando em nossa vida como realidade. Ele Materializa em nossa vida Todas as nossas crenças, Positivas ou Negativas.
Uma repórter, ironicamente, questionou:
- O senhor está querendo dizer que algumas palavras escritas numa simples placa modificaram a sua vida?
O homem de bom humor respondeu:
- Claro que não, minha ingênua amiga! Primeiro eu tive que acreditar nelas!
“A cada degrau da vida, veja a beleza que ela lhe oferece.”

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A Vida Nos Ensina Lições

Cada dia em nossas vidas nos ensina lições que muitas vezes nem percebemos.
Desde o nosso primeiro piscar de olhos, desde cada momento em que a fome bate, desde cada palavra que falamos.
Passamos por inúmeras situações, na maioria delas somos protegidos, até que um dia a gente cresce e começamos a enfrentar o mundo sozinhos.
Escolher a profissão, ingressar numa faculdade, conseguir um emprego…
Essas são tarefas que nem todos suportam com um sorriso no rosto ou nem todos fazem por vontade própria.
Cada um tem suas condições de vida e cada qual será recompensado pelo esforço, que não é em vão.
Às vezes acontecem coisas que a gente nem acredita.
Às vezes, dá tudo, tudo errado!
Você pensa que escolheu a profissão errada, que você mão consegue sair do lugar, ás vezes você sente que o mundo todo virou as costas…
Parece que você caiu e não consegue levantar…
Está a ponto de perder o ar…
Talvez você descubra que quem dizia ser seu amigo, nunca foi seu amigo de verdade e talvez você passe a vida inteira tentando descobrir quem são seus inimigos e nunca chegue a uma conclusão.
Mas nem tudo pode dar errado ao mesmo tempo, desde que você não queira.
E aí… Você pode mudar a sua vida!
Se tiver vontade de jogar tudo pro alto, pense bem nas conseqüências, mas pense no bem que isso poderá proporcionar.
Não procure a pessoa certa, porque no momento certo aparecerá.
Você não pode procurar um amigo de verdade ou um amor como procura roupas de marca no shopping e nem mesmo encontra as qualidades que deseja como encontra nas cores e tecidos ou nas capas dos livros.
Olhe menos para as vitrines, mas tente conhecer de perto o que está sendo exibido.
Eu poderia estar falando de moda, de surf, de tecnologia ou cultura, mas hoje, escolhi falar sobre a vida!
Encontre um sentido para a sua vida, desde que você saiba guiá-la com sabedoria.
Não deixe tudo nas mãos do destino, você nem sabe se o destino realmente existe…
Faça acontecer e não espere que alguém resolva os seus problemas, nem fuja deles.
Encare-os de frente. Aceite ajuda apenas de quem quer o seu bem, pois embora não possam resolver os seus problemas, quem quer o seu bem te dará toda a força necessária pra que você possa suportar e…
Confie! Entenda que a vida é bela, mas nem tanto…
Mas você deve estar bem consigo mesmo pra que possa estar bem com a vida.
Costumam dizer por aí que quem espera sempre alcança, mas percebi que quem alcança é quem corre atrás…
Não importa a tua idade, nem o tamanho de seu sonho…
A sua vida está em suas próprias mãos e só você sabe o que fazer com ela…

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 11 de novembro de 2014

O Poder Da Escolha

A todo instante fazemos escolhas em nossas vidas.
Até mesmo o fato de não escolher, já é uma escolha.
Escolhemos sair ou ficar em casa, escolhemos terminar o trabalho hoje ou deixar para amanhã, se queremos andar com fulano ou ciclano…
Tudo na vida é uma questão de escolha.
O fato é que as escolhas têm consequências. Todas as escolhas têm consequências!
O que precisamos avaliar é que ao decidirmos seguir um caminho, realizar um sonho, conquistar uma meta iremos pagar um preço por isso.
É uma escolha.
Podemos perder algo, mas também podemos ganhar algo.
A dica é que você reflita sobre suas atitudes, procure ser menos impulsivo e perceba que não existe o certo e o errado: tudo é uma questão de valorização pessoal e uma avaliação sobre “o que se ganha e o que se perde com cada escolha que fazemos”.
Não quero aqui, de forma alguma, pregar minha escala de valores, tampouco julgar suas escolhas, apenas alertá-lo que, se estiver consciente das consequências, talvez sua vida comece a ter resultados mais acertados a cada dia.
Lembre-se: Todas as escolhas têm consequências, reflita antes de agir.
E creia: você terá mais liberdade de dizer sim ou não para os eventos de sua vida e com certeza irá se arrepender bem menos de resultados diferentes dos esperados.

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

A menina Com Síndrome De Down

Há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos.
Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar.
Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar.
Os outros oito ouviram o choro. Diminuíram o passo e olharam para trás. Então viraram e voltaram. Todos eles. Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse:
- Pronto, agora vai sarar!
E todos os noves competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos…
Talvez os atletas fossem deficientes mentais…
Mas com certeza, não eram deficientes espirituais…

“Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos…”

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

O Verdadeiro Ensinamento Da Vida

Uma mulher regava o jardim de sua casa e viu três velhos à sua frente.
Não os conhecia e disse:
- Não creio conhecê-los, mas devem ter fome. Por favor, entrem em minha casa e comam algo.
Eles perguntaram:
- O homem da casa está?
- Não, respondeu ela.
- Então, não podemos entrar.
Ao entardecer, quando o marido chegou, ela contou o sucedido.
- Ora, diga-lhes para que entrem!
A mulher saiu e convidou os três.
- Não podemos entrar os três juntos, explicaram os velhinhos.
- Por quê?
Um dos homens apontou um dos companheiros e explicou:
- Seu nome é riqueza.
Logo indicou o outro:
- Seu nome é êxito e eu me chamo amor.
Agora, entre e decida com seu marido qual dos três será convidado.
A mulher entrou e contou ao marido sobre o que ouvira.
O homem ficou feliz:
- Que bom! E já que o assunto é assim, convidemos a riqueza! Que entre e encha nossa casa.
A mulher não concordou:
- Querido, por que não convidamos êxito?
A filha que estava escutando veio correndo:
- Não seria melhor convidar amor? Nossa casa ficaria, então, feliz…
- Sigamos o conselho de nossa filha, disse o marido à sua mulher. Vá lá fora e convide o amor a ser nosso hóspede.
A mulher saiu e perguntou:
- Qual de vocês é amor? Por favor, venha. Você é nosso convidado.
O amor avançou para dentro da casa e os outros dois o seguiram.
Surpreendida, a mulher perguntou:
- Convidei amor, por que o seguem? Também vão entrar?
Os velhos responderam juntos:
- Se tivesse convidado a riqueza, ou o êxito, os outros dois ficariam de fora. Mas, como o amor foi convidado, onde ele vai nós o seguimos.

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A Lição Da Convivência

Durante uma era glacial muito remota, quando parte do globo terrestre esteve coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições do clima hostil.
Foi então que uma grande manada de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a unir-se e a ajuntar-se mais e mais. Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro e todos juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo, aquele inverno tenebroso.
Porém – vida ingrata! – os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam calor, aquele calor vital, questão de vida ou de morte. E afastaram-se feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se por não suportar por mais tempo os espinhos dos seus semelhantes.
Mas esta não foi a melhor solução. Afastados e separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram voltaram a aproximar-se pouco a pouco, com jeito, com preocupação. De tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviverem sem mágoas, sem causar danos recíprocos. Assim resistiram à longa era glacial. E sobreviveram!
É preciso aprender a conviver. Isto é urgente!
A vida é a melhor escola! Aqueles porcos-espinhos aprenderam depressa, que, para sobreviverem, era preciso aprender a conviver.
Esta é a moral da história: Viver juntos não basta, é necessário aprender a conviver com o outro!

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Não Espere

Não espere um sorriso para ser gentil. 
Não espere ser amado para amar. 
Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de quem está ao seu lado. 
Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante em sua vida. 
Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar.
Não espere…
Não espere a queda para lembrar-se do conselho. 
Não espere a enfermidade para perceber o quanto é frágil a vida. Não espere pessoas perfeitas para então se apaixonar. 
Não espere a mágoa para pedir perdão. 
Não espere a separação para buscar reconciliação.
Não espere…
Não espere a dor para acreditar em oração. 
Não espere elogios para acreditar em si mesmo. 
Não espere que o outro tome a iniciativa se você foi o culpado. 
Não espere o “eu te amo” para dizer eu também. 
Não espere o dia da sua morte para começar a amar a vida.
E então, o que você está esperando?

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Afinal Quem São Os Deficientes

São somente aqueles que possuem determinadas deficiências, tipo auditiva, cegueira, mental, etc.?
Engana-se quem pensa assim, pois, quantas pessoas: possuem uma audição perfeita e não fazem questão de escutar o que seu próximo tem a lhe dizer. 
Possuem uma visão extraordinária, mas não quer enxergar o que as pessoas têm a lhes mostrar. é mentalmente sã, mas agem com extrema deficiência.
Esses deficientes esquecem: que escutar palavras que invade nossa alma é tão sublime, que pode ser inesquecível, que a vida nos da a oportunidade de poder manifestar nossos sentimentos e emoções através de nossos olhares e para isso, temos que estar mentalmente aberto e deixemos que flua o que realmente nosso coração deseja expressar, portanto deixemos de ser DEFICIENTES por ignorância, e nos espelhamos naqueles em que Deus trouxe ao mundo para nos transmitir amor, paz e perseverança através de suas deficiências.

Autor desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Esvaziando Os Armários De Nossa Vida

Todos os anos, há um momento em que olhamos nossos armários com um olhar crítico.
Olhamos aquelas roupas que não usamos há tanto tempo.
Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, vestimos, olhamos no espelho, confirmamos mais uma vez que não gostamos e guardamos de volta no armário.
Aquele sapato que machuca os pés, mas insistimos em mantê-lo guardado.
Há ainda aquele terno caro, mas que o paletó não cai bem, ou o vestido “espetacular” ganho de presente de alguém que amamos, mas que não combina conosco e nunca usamos.
Às vezes tiramos alguma coisa e damos para alguém, mas a maior parte fica lá, guardada sabe-se lá porquê.
Um dia alguém me disse: tudo o que não lhe serve mais e você mantém guardado, só lhe traz energias negativas. Livre-se de tudo o que não usa e verá como lhe fará bem.
Acontece que nosso guarda-roupa não é o único lugar da vida onde guardamos coisas que não nos servem mais.
Você tem um guarda-roupa desses no interior da mente
De uma olhada séria no que anda guardando lá. Experimente esvaziar e fazer uma limpeza naquilo que não lhe serve mais. Jogue fora idéias, crenças, maneiras de viver ou experiências que não lhe acrescentam nada e lhe roubam energia.
Faça uma limpeza nas amizades, aqueles amigos cujos interesses não têm mais nada a ver com os seus.
Aproveite e tire de seu “armário” aquelas pessoas negativas, tóxicas, sem entusiasmo, que tentam lhe arrastar para o fundo dos seus próprios poços de tristezas, ressentimentos, mágoas e sofrimento.
A insegurança dessas pessoas faz com que busquem outras para lhes fazer companhia, e lá vai você junto com elas. 
Junte-se a pessoas entusiasmadas que o apóiem em seus sonhos e projetos pessoais e profissionais.
Não espere um momento certo, ou mesmo o final do ano, para fazer essa “faxina interior”.
Comece agora e experimente aquele sentimento gostoso de liberdade. 
Liberdade de não ter de guardar o que não lhe serve. 
Liberdade de experimentar o desapego.
Liberdade de saber que mudou, mudou para melhor,
E que só usa as coisas que verdadeiramente lhe servem e fazem bem.

Autor Desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina