Paginas

terça-feira, 30 de abril de 2013

O Tamanho Das Pessoas


Uma pessoa é grande quando fala do que leu e viveu, quando trata com carinho e respeito, quando olha nos teus olhos e sabe ser sorridente.. 
É pequena quando pensa só em si, quando se comporta de maneira pouco gentil, quando falta com o carinho, o respeito, o zelo e o próprio amor.
É gigante quando se interessa por tua vida, Quando busca alternativas para teu crescimento, quando sonha junto contigo. 
 É pequena quando se deixa levar por gestos padronizados. 
A mesma pessoa pode aparentar grandeza ou pequenez, pode crescer ou diminuir no espaço de poucos minutos. 
Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. 
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser pequeno. 
É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem diante de nossos olhos. 
Nossa avaliação é feita, não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. 

(Calendário Santoral).
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Sinto Saudades


Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
Quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
Eu sinto saudades...
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
De pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha infância,
Do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
Do penúltimo, e daqueles que ainda vou vir a ter,
Se Deus quiser...
Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo,
Lembrando do passado e apostando no futuro...
Sinto saudades do futuro, que se idealizado,
Provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei,
De quem disse que viria e nem apareceu;
De quem apareceu correndo, sem tempo de me conhecer direito,
De quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
Sinto saudades dos que se foram
E de quem não me despedi direito,
Daqueles que não tiveram como me dizer adeus;
De gente que passou na calçada contrária da minha vida
E que só enxerguei de vislumbre;
De coisas que eu tive e de outras que não tive, mas quis muito ter;
De coisas que nem sei como existiram, mas que se soubesse,
De certo gostaria de experimentar;
Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que,
Não sei aonde,
Para resgatar alguma coisa que nem sei o que é
E nem onde perdi...
Vejo o mundo girando e penso que poderia estar
Sentindo saudades em japonês,
Em russo, em italiano, em inglês,
Mas que minha saudade,
Por eu ter nascido brasileiro,
Só fala português embora, lá no fundo, possa ser poliglota.
Aliás, dizem que se costuma usar sempre a língua pátria,
Espontaneamente, quando estamos desesperados,
Para contar dinheiro, fazer amor e declarar sentimentos fortes,
Seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you",
Ou seja, lá como possamos traduzir saudade
Em outra língua, nunca terá a mesma força
E significado da nossa palavrinha.
Talvez não exprima, corretamente,
A imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.
E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar
Todas as vezes que sinto este aperto no peito,
Meio nostálgico meio gostoso,
Mas que funciona melhor do que um sinal vital
Quando se quer falar de vida e de sentimentos.
Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis,
De que amamos muito do que tivemos e lamentamos as coisas boas
Que perdemos ao longo da nossa existência...
Sentir saudade é sinal de que se está vivo!

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 26 de abril de 2013

A Lição Do Bambu Chinês


Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada.
Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu. Mas, uma maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída.
Um escritor americano escreveu:
“Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês”:
você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, às vezes não vê nada por semanas, meses, ou anos.
Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu dia ou ano chegará e, com ele, virão crescimento e mudanças que você jamais esperava...
O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos... especialmente no nosso trabalho, (que é sempre um grande projeto em nossas vidas)
É que devemos lembrar do bambu chinês, para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.
Tenha sempre dois hábitos:
Persistência e Paciência, pois você merece alcançar todos os sonhos!!!
É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Loucura x Amor


A Loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua casa.
Todos os convidados foram. Após o café, a Loucura propôs:
- Vamos brincar de esconde-esconde?
- Esconde-esconde? O que é isso? 
-perguntou a Curiosidade.
- Esconde - esconde é uma brincadeira. Eu conto até cem e vocês se escondem.
Ao terminar de contar, eu vou procurar, e o primeiro a ser encontrado será o próximo a contar.
Todos aceitaram, menos o Medo e a Preguiça.
-1,2,3,... - a Loucura começou a contar.
A Pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer.
A Timidez, tímida como sempre, escondeu-se na copa de uma árvore. A Alegria correu para o meio do jardim.
Já a Tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local apropriado para se esconder.
A Inveja acompanhou o Triunfo e se escondeu perto dele de baixo de uma pedra. A Loucura continuava a contar e os seus amigos iam se escondendo.
O Desespero ficou desesperado ao ver que a Loucura já estava nonoventa e nove.
- Cem - gritou a Loucura. - Vou começar a procurar.
A primeira a aparecer foi a Curiosidade, já que não agüentava mais querendo saber quem seria o próximo a contar.
Ao olhar para o lado, a Loucura viu a Dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar para melhor se esconder. E assim foram aparecendo a Alegria, a Tristeza, a Timidez...
Quando estavam todos reunidos, a Curiosidade perguntou:
- Onde está o Amor?
Ninguém o tinha visto.. A Loucura começou a procurá-lo.
Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedras e nada do Amor aparecer.
Procurando por todos os lados, a Loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito.
Era o Amor, gritando por Ter furado o olho com um espinho!
A Loucura não sabia o que fazer. Pediu desculpas, implorou pelo perdão do Amor e até prometeu segui-lo para sempre. O Amor aceitou as desculpas...
Hoje, o Amor é cego e a Loucura o acompanha sempre.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 22 de abril de 2013

A Diferença De Um Anjo E Um Amigo


Anjos e Amigos... Todos temos um pouquinho de cada coisa... Um anjo nos toma pela mão e nos aproxima de Deus. 
Um amigo foi enviado por Deus para aproximarmos dele. 
Um anjo tem a obrigação de cuidar de nós...
Um amigo cuida de nós por amor...
Um anjo te vê sorrir, e observa tuas alegrias. 
Um amigo, te faz sorrir, e faz parte das tuas alegrias.
Um anjo sabe quando necessitas da ajuda de alguém.
Um amigo, te ajuda sem saber que necessitas.
Um anjo te ajuda, evitando problemas.
Um amigo, te ajuda a resolvê-los.
Um anjo te vê sofrer, sem poder te abraçar.
Um amigo te abraça, porque não quer te ver sofrer. 
Um anjo , na realidade, faz parte dos teus sonhos.
Um amigo, compartilha e luta para que seus sonhos 
sejam uma realidade.
Um anjo sempre está contigo aí, não percebe a sua falta.
Um amigo, quando não está contigo, não só sente a 
sua falta, mas também pensa em ti.
Um anjo vela seus sonhos, 
Um amigo sonha contigo.
Um anjo aplaude teus triunfos.
Um amigo te ajuda para que triunfes.
Um anjo se preocupa quando você está mal.
Um amigo se alegra quando você está bem.
Um anjo recebe uma oração tua.
Um amigo faz uma oração por ti.
Um anjo te ajuda a sobreviver.
Um amigo vive por ti.
Para um anjo, é uma missão que cumpri.
Para um amigo, é uma obrigação te defender. 
Um anjo é algo celestial.
Um amigo é uma oportunidade real de conhecê-lo melhor... 
Na semelhança que há entre “o amor e a amizade.
Um anjo quer ser teu amigo.
Um amigo, se propõe também a ser o teu anjo...
E é alguém que te cuida nas noites mais turbulentas, 
para que possa compartilhar de todos os seus sonhos.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 19 de abril de 2013

O Bem Mais Precioso


Conta o folclore europeu que há muitos anos atrás um rapaz e uma moça apaixonados resolveram se casar.
Dinheiro eles quase não tinham, mas nenhum deles ligava para isso.
A confiança mútua era a esperança de um belo futuro, desde que tivessem um ao outro.
Assim, marcaram a data para se unirem de corpo e alma.
Antes do casamento, porém, a moça fez um pedido ao noivo:
"Não posso nem imaginar que um dia possamos nos separar. Mas pode ser que com o tempo um se canse do outro, ou que você se aborreça e me mande de volta para meus pais. Quero que você me prometa que, se algum dia isso acontecer, me deixará levar comigo o bem mais precioso que eu tiver então."
O noivo riu, achando bobagem o que ela dizia, mas a moça não ficou satisfeita enquanto ele não fez a promessa por escrito e assinou.
Casaram-se.
Decididos a melhorar de vida ambos trabalharam muito e foram recompensados.
Cada novo sucesso os fazia mais determinados a sair da pobreza, e trabalhavam ainda mais.
O tempo passou e o casal prosperou. Conquistaram uma situação estável e cada vez mais confortável, e finalmente ficaram ricos.
Mudaram-se para uma ampla casa, fizeram novos amigos e se cercaram dos prazeres da riqueza.
Mas, dedicados em tempo integral aos negócios e aos compromissos sociais, pensavam mais nas coisas do que um no outro.
Discutiam sobre o que comprar, quanto gastar, como aumentar o patrimônio. O tempo passou e eles ficavam cada vez mais distanciados entre si.
Certo dia, enquanto preparavam uma festa para amigos importantes, discutiram sobre uma bobagem qualquer e começaram a levantar a voz, a gritar, e chegaram às inevitáveis acusações.
"Você não liga para mim! - gritou o marido - só pensa em você, em roupas e joias. Pegue o que achar mais precioso, como prometi, e volte para a casa dos seus pais. Não há motivo para continuarmos juntos."
A mulher empalideceu e encarou-o com um olhar magoado, como se acabasse de descobrir uma coisa nunca suspeitada.
"Muito bem, disse ela baixinho. Quero mesmo ir embora. Mas vamos ficar juntos esta noite para receber os amigos que já foram convidados."
Ele concordou.
A noite chegou. Começou a festa, com todo o luxo e a fartura que a riqueza permitia.
Alta madrugada o marido adormeceu, exausto. Ela então fez com que o levassem com cuidado para a casa dos pais dela e o pusessem na cama.
Quando ele acordou, na manhã seguinte, não entendeu o que tinha acontecido.
Não sabia onde estava e, quando sentou-se na cama para olhar em volta, a mulher aproximou-se e disse-lhe com carinho:
"Querido marido, você prometeu que se algum dia me mandasse embora eu poderia levar comigo o bem mais precioso que tivesse no momento. Pois bem, você é e sempre será o meu bem mais precioso. Quero você mais que tudo na vida, e nem a morte poderá nos separar."
Envolveram-se num abraço de ternura e voltaram para casa mais apaixonados do que nunca...
O egoísmo, muitas vezes, nos turva a visão e nos faz ver as coisas de forma distorcida.
Faz-nos esquecer os verdadeiros valores da vida e buscar coisas que têm valor relativo e passageiro.
Importante que, no dia-a-dia, façamos uma análise e coloquemos na balança os nossos bens mais preciosos e passemos a dar-lhes o devido valor.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Persistência É Tudo


Muita gente acha que é difícil começar uma caminhada. Pessoalmente penso diferente.
Para mim, mas difícil que iniciar é continuar... De começos o mundo está cheio: os que começam um casamento, os que começam a abandonar um vício, os que iniciam o aprendizado de uma língua e por ai vai.
Ir em frente é mais complicado. Exige persistência e muita força de vontade.
Requer que nós olhemos para trás com sentimento de satisfação pela experiência adquirida e não com remorso ou sensação de arrependimento. Que nós tenhamos sonhos, mas que não vivamos de sonhos. Que choremos, mas não deixemos as lágrimas turvarem nossa visão.
Que escutemos os outros, mas que não desistamos de fazer o que julguemos certo, por causa deles.
Tudo isso de tão simples parece coisa de criança. E é mesmo!
Antes de aprendermos a andar precisamos: cair muitas vezes, nos machucar, chorar, ser motivo de riso, e nem por isso tudo desistimos ou deixamos de levantar.
Nisso temos muito que aprender com as crianças. Elas "sabem" que antes de dar os primeiros passos, é preciso ficar de pé, e antes disso é preciso engatinhar.
Que precisamos das pessoas para servir de apoio, mas, que elas não são bengalas e nós não somos aleijados. Se todas as pessoas soubessem disso teríamos bem menos fracassados no mundo.
Gente que poderia atingir grandes coisas, mas que desiste no meio do caminho.
Diante disso só temos a agradecer a predisposição para certos aprendizados na infância.
Se fosse o contrário, muita gente hoje estaria numa cadeira de rodas.

(Marcos Lima e Ronaldo Oliveira)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 16 de abril de 2013

Valor Da Vida


Não duvide do valor da vida, da paz, do amor, do prazer de viver, em fim, de tudo que faz a vida florescer. Mas duvide de tudo que a compromete. Duvide do controle que a miséria, ansiedade, egoísmo, intolerância e irritabilidade exercem sobre você.
Quando somos abandonados pelo mundo, a solidão é superável; quando somos abandonados por nós mesmos, a solidão é quase incurável.
Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.
Ser livre é não ser escravo das culpas do passado nem das preocupações do amanhã. Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama. É abraçar, se entregar, sonhar, recomeçar tudo de novo. É desenvolver a arte de pensar e proteger a emoção. Mas, acima de tudo, ser livre é ter um caso de amor com a própria existência e desvendar seus mistérios.
Se seus sonhos são pequenos, sua visão será pequena, suas metas serão limitadas, seus alvos serão diminutos, sua estrada será estreita, sua capacidade de suportar as tormentas será frágil. Os sonhos regam a existência com sentido.

(Augusto Cury)
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Acredite Na Vida


"Acreditar que a nossa vida não é melhor ou pior do que a de ninguém. 
Nunca sentir-se maior ou menor, mas igual. 
Fazer o bem sem olhar à quem e não esperar nada em troca, é uma maneira de encontrar a felicidade.
Procurar sorrir sempre, mesmo diante das dificuldades e não se envergonhar das lágrimas, diante da necessidade, é outra maneira de irmos ao encontro dela. 
Ser humilde, prestar favores sem recompensas, abrir as mãos e oferecer ajuda, é uma maneira de buscar a felicidade. 
Chorar e sofrer, mas lutar e procurar vencer, sem deixar o cansaço te derrotar, nem o desânimo ou o preconceito te dominar, é uma maneira de ganhar a felicidade. Aprender à defender seus ideais e a amar seus semelhantes, à conquistar seus amigos pelo que é e não pelo que queiram que seja, é mais uma maneira de abraçar a felicidade. 
Saber ganhar e saber perder, é uma rara conquista, mas você consegue. 
Tenha fé, acredite em Deus!!! Viva cada momento de sua vida como se fosse o último. 
Faça de sua vida uma conquista de vitórias, uma virtude e aproveite tudo o que ela te der como oportunidade. Mesmo sofrendo, sofra amando. Pois é através do amor que você encontrará as chaves para abrir as portas da felicidade...''

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 12 de abril de 2013

O Baile Da Vida


Os anos passam... 
As lembranças são eternas, a saudade permanente e nossos olhos em busca de cenas de tempos vividos. 

Os anos passam... 
Vivenciamos lições de vida, aprendemos a vasculhar em nossos guardados do coração e a acariciar lindos momentos que se foram para não mais voltar 

Os anos passam... 
Crescemos na alma, mas sempre seremos frágeis no amor 

Os anos passam... 
Muitos virão ou quem sabe... nossa estrada nesta vida seja curta 
Nada sabemos do amanhã.

Os anos continuam... a desfilar na passarela do aprendizado e nós protagonistas da vida, enfrentamos os momentos que nos fazem infelizes e nos deliciamos com os felizes! 

Resumimos que a vida é um grande baile em que almas se encontram, se esbarram, se unem e se separam... 

Cada qual bailando nos conflitos, nas esperanças e nas suavidades de momentos de amor. 

De todos os anos que se foram, concluo que viver, é ser cada qual, em sua essência adquirida, com todas as adversidades, com as lágrimas derramadas, ainda assim, a alegria de viver é o maior presente embrulhado em papéis de brilhos de momentos... 

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Meu Amigo, Minha Vida


Nada na vida é tão bom do que ter pessoas com quem se pode contar. Aquelas que sempre que a gente precisar, vão estar por perto e com certeza irão ter aquela palavrinha de conforto. Temos nossos pais é claro, mas existem outras pessoas que, não sei, parece ser mais fácil de compartilhar alguns assuntos, alguns momentos. Essas pessoas são o que muitos dizer ser a família que nos permitiram escolher, ou seja, os amigos.
São com eles que aprendemos grandes lições, conquistamos muitos caminhos, enfrentamos inúmeros desafios, criamos coragem, começamos etapas na nossa vida. São eles que estão por perto em determinados momentos onde ninguém mais poderia estar, a não ser eles.
Com os amigos, superamos barreiras, aprendemos a amar de uma forma diferente, de querer bem e estar bem. Amigos são pessoas maravilhosas que por mais que apareçam os problemas, lá estão eles conosco, junto, passando por cima de tudo.
É lógico que nem todos os amigos são assim, afinal de contas, existem amigos e amigos. Tem aqueles de determinadas horas, ocasiões, dias, épocas, enfim, existem vários tipos de amigos. Mas o que cito aqui é o amigo você.
Aquele com quem me sinto bem quando estou por perto, aquele que me passa segurança apesar de as vezes não parecer. Aquele que por mais que hajam brigas, sempre fica do lado quando precisa. Aquele que de alguma forma não dá pra esquecer de jeito nenhum. Aquele que esta junto nas horas mais importantes da minha vida. 
Aquele com quem, a cada dia que passa, aprendo mais e me sinto muito melhor. Aquele com quem quero estar para o resto de meus dias, mesmo que um dia eu vá para longe ou vice versa. Aquele que sempre que acontece algo de novo, quero que seja a primeira pessoa a saber.
Aquele que, por mais que eu viva mil anos, jamais sairá da minha mente e principalmente do meu coração. Aquele que eu gosto, que eu admiro, que eu confio, que eu ajudo quando precisa, que eu brigo quando a ou não motivos. 
Aquele de quem eu nunca, nunquinha, vou esquecer. Aquele que não importa a situação ou a hora em que me encontre, sabe que sempre vai poder contar comigo, para o que der e vier. Aquele que eu simplesmente amo pelo fato de já fazer parte da minha vida e por me fazer ter vontade de continuar a viver, por mais que a vida pra mim já não signifique nada em alguns instantes, pois com você, a vida tem sentido e como já diria Shakespeare, me faz ver que eu tenho sentido diante da vida.
Aquele que, por mais que eu viva mil anos, jamais sairá da minha mente e principalmente do meu coração. Aquele que eu gosto, que eu admiro, que eu confio, que eu ajudo quando precisa, que eu brigo quando a ou não motivos. 
Não quero te perder, pois amigo como você, com certeza não encontrarei ao atravessar a rua. Um amigo que me faz ver tudo e todos de todas as formas. Que me faz enxergar o que há de bom e que abre meus olhos para que eu não cometa delitos. Um amigo assim não é todo mundo que tem. 
Deus te pôs no meu caminho e não foi por acaso. E agradeço sempre a Ele por isso, pela chance que me deu ao fazer com que você atravessasse meu destino, pois agora que você pisou nele, tenho certeza que tão logo não sairá e que ainda temos muito o que viver juntos. 
Amigo é como bichinho doente, ou cuidamos com carinho, ou perdemos para sempre. E prometo que tentarei ao máximo fazer com que isso não aconteça, mas se um dia acontecer, não se apavore, estarei do teu lado e em pouco tempo estaremos juntos novamente, e a cada dia minha existência terá mais valor com você a meu lado, pode estar certo disso.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 9 de abril de 2013

Novas Receitas De Felicidade


Certa vez uma jovem, após descrever as boas qualidades do seu noivo para sua colega, arrematou:
- Espero que ele me faça feliz.
A colega, muito sisuda, sorriu e respondeu educadamente:
- Antes de tudo procure fazer seu noivo feliz.
Deste diálogo vieram-me à mente várias dicas sobre a felicidade:

* A felicidade é uma estrada de mão dupla: Nunca seremos felizes se não caminharmos, lado a lado, com os outros.
* A felicidade não depende do que acontece ao nosso redor, mas do que acontece dentro de nós.
* A felicidade é um estado de ânimo. Não seremos felizes enquanto não nos decidirmos a ser.
* A felicidade não consiste em fazer sempre o que queremos, mas em querer fazer bem o que temos de fazer.
* A felicidade acontece quando colocamos nosso coração no trabalho, isto é, fazendo tudo com amor.
* A felicidade não tem receitas prontas: cada qual coloca o seu sabor no bolo da felicidade.
* A felicidade não é uma parada no caminho, mas um jeito de caminhar na vida.
* Tenha sempre ao seu lado um amigo de verdade: Jesus!

Stephan Tanasescu Morelli
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 8 de abril de 2013

O Problema Existe Para Ser Resolvido


Faleceu o guardião de um grande mosteiro. Aquele monge havia exercido sua função durante longos anos, acumulando larga experiência. Não era fácil, agora, encontrar o seu substituto. Por isso o superior interino convocou uma reunião com todos os monges e, num ambiente de grande expectativa e responsabilidade, introduziu o assunto: 
-  “Precisamos escolher o novo guardião do mosteiro. Tendo em vista a exigência dessa função, precisamos ser criteriosos na escolha. Por isso, resolvi fazer o seguinte: vou colocar um problema. Aquele que conseguir resolver o problema mais rapidamente, será o novo guardião”.
Saiu da sala e, pouco depois, voltou  trazendo um jarro grande, muito antigo e de rara beleza. Trazia também uma rosa amarela, muito bonita. Colocou o jarro e a rosa em cima da mesa, no centro da sala, e disse:
- “Eis o problema!”
- “Mas que problema?” – pensava cada monge consigo mesmo. Um pesado silêncio caiu na sala. Ninguém ousava se mexer. Alguns até duvidaram da sanidade mental do superior interino. De repente, um dos monges se levantou, aproximou-se do jarro e da rosa amarela e, com um golpe, quebrou o jarro precioso e machucou a flor! Os outros monges prenderam a respiração e soltaram um “ai” incontrolável. O superior interino, serenamente, falou:
- “Você será o novo guardião do mosteiro!” 
 Lição:Um problema, mesmo que seja um problema bonito, é problema e precisa ser resolvido. Nós criamos determinados hábitos que se tornam problemas, vícios e dependências funestas. Advento é tempo de enfrentar com decisão e firmeza os nossos problemas e defeitos, a fim de superá-los.  

Carlos Roberto
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 5 de abril de 2013

A Conversão Do ferreiro


Certa vez um ferreiro, depois de uma juventude desmiolada, decidiu se converter para Deus. Durante algum tempo viveu naquele fervor de convertido, mas apesar de toda sua devoção, as coisas desandaram na sua vida: doenças na família, dívidas, etc. Um amigo ficou sabendo da sua situação difícil, e foi visitá-lo:  
- Realmente é muito estranho isso. Agora que você se transformou num homem temente a Deus, sua vida começou a piorar. Como explicar esse desencontro entre a fé a vida de negócios?
O ferreiro respondeu:
- Já pensei nisso muitas vezes. Mas encontrei uma resposta no meu próprio ofício.
- No seu ofício de ferreiro?.
- Isso mesmo. Nesta oficina eu recebo o ferro bruto para transformá-lo numa peça de carro ou carroça, num facão, num martelo, etc. Primeiro eu aqueço o ferro ou a chapa de aço até ficar mole como manteiga. Em seguida, sem dó e sem piedade, tomo a marreta e aplico vários golpes, até a peça adquirir a forma desejada.
- !!!
- Depois jogo a peça num balde de água fria. A peça estala e grita por causa da mudança brusca de temperatura. Tenho que repetir este processo até obter o que desejo. Nem sempre se consegue logo. É preciso repetir essa operação violenta.
- Já entendo aonde você quer chegar. Seria o fogo das provações?
- Acho que sim. Deus está experimentando a minha fé. Aceito as marteladas da vida até tomar a forma que Ele quer de mim. Só não quero ser jogado no monte de ferro velho e sucata que não presta para mais nada.
- Amém, caro amigo. Depois da tempestade vem a bonança.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 4 de abril de 2013

As 5 Fases Do Amor


Toda pessoa que se apaixona de verdade...
Experimenta as 5 distintas fases do amor.
O amor na essência é um só...
...mas se manisfesta de diversas formas.
Não existem vários tipos de amor...
Existem várias formas de amar.
Uma pessoa que ama, necessariamente precisa se apaixonar.
Quando a gente se apaixona, o amor ainda é uma criança e aos poucos vai crescendo se tornando um jovem cheio de alegria pra mostrar.
Quando chegamos nessa fase...
Pensamos não existir outra pessoa mais importante nesse mundo inteiro.
Sentimos vontade de entregar o mundo inteiro junto com as estrelas do céu para a pessoa que amamos.
Sendo assim quero nomear a primeira fase:
SE APAIXONAR!
Depois de descobrirmos o prazer que é o início do amor e desfrutar abusadamente dessa fase...
Entramos em uma que não é muito interessante para nós mas que não deixa de ter uma importância tão grande quanto todas as outras.
Certo tempo depois que a gente se apaixona...
Vemos que nem tudo é como pensávamos que fosse.
Essa fase eu chamo de:
ACORDAR PARA A VIDA!
É o mesmo que acordar de um sonho...dentro do próprio sonho.
Nessa nova etapa queremos a todo custo esquecer quem amamos.
Por covardia? Por medo?
Eu responderia: Por amor.
Aliás essa nova fase eu chamo:
BUSCAR O AMOR!
Nessa fase...a gente pensa que buscando em outros lugares a felicidade iremos encontrar outra pessoa
mais especial do que por quem nos apaixonamos.
Depois de se apaixonar pela pessoa, depois de acordar para a vida, depois de buscar o amor em outros lugares...
Vemos que a vida não tem sentido sem o nosso grande amor.
Sem amor, não há vida, apenas existência.
Essa parte eu chamo de:
SAUDADE!
Saudade de quando eram completamente loucos...
Saudade de quando vivíamos aventuras únicas...
Saudade até do que não pôde acontecer...
E por fim...A quinta fase que VOCÊ terá que saber sozinho
Procure no mais profundo e oculto do seu coração.
E quando achar, viva intensamente, porque essa fase, é a mais especial, e cada um que ama...sabe qual é...

Sem dúvida essas fases existem quando amamos, quem ama de verdade sabe o que é sentir cada momento desse.
Aproveite e ame muito em sua vida!!!

Cezar Rodrigues
By Raphael Bacellar
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 2 de abril de 2013

Prossiga O Enterro


Esta história é muito conhecida , mas compensa repetir pelo sabor popular e pela lição que encerra. Era uma vez um rapaz que não tinha vontade nenhuma de trabalhar. Doença? Transtorno mental? Depressão? Preguiça? Sua mãe, uma pobre viúva, morava num casebre e mal conseguia manter a casa e o filho marmanjo:
- Meu filho, fulano tem um bom serviço para você...
- Mãe, estou muito cansado. Não dormi bem essa noite.
- Pudera, meu filho! Você dorme o dia inteiro. Não sobra nada para a noite.
Os amigos brincavam com ele:
- Tenho uma enxada bem encabada. Dou de presente. Limpe o quintal, faça uma horta...
- A enxada é boa, mas o cabo deixa calo na mão...
Nem a pobre mãe e nem os amigos conseguiam convencê-lo a se ocupar com alguma coisa. Por fim, para evitar tanta importunação, resolveu morrer. Fingiu de morto, porque tinha preguiça até de se matar. Para abreviar a história, pediu que o levassem para o cemitério. Formou-se um pequeno cortejo fúnebre, e lá se foi ele deitado no caixão. Como era muito conhecido naquela cidadezinha, choveram os comentários. Alguns de zombaria, outros de dó. O dono de uma mercearia viu tudo e arriscou dar uma ajuda:
- Quincas, já sei qual é seu problema. Quero ajudá-lo com um saco de arroz. 
O “defunto” ergueu pesadamente a cabeça e perguntou com voz sumida:
- É com casca ou sem casca?
- Com casca. Mas é fácil limpar.
- Agradeço...Toquem o enterro pra frente...

Lição: Deixando pra lá os maus juízos e o lado humorístico da história, há muito de verdade nisso. São Paulo já dizia com uma pitada de humor: “Ora, ouvimos dizer que entre vós há alguns que vivem à toa, muito ocupados em não fazer nada” (2Ts 3,7-12)

Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 1 de abril de 2013

O Contraste Dos Dois Lagos


O rio Jordão desce pela Palestina formando dois lagos. Um é fresco e cheio de peixes. Viçosas plantas enfeitam suas margens. As árvores estendem seus ramos sobre ele e prolongam suas raízes sedentas para sorver suas águas saudáveis, e as crianças brincam em suas praias. Os homens constroem suas casas nos arredores e os pássaros seus ninhos, e todo o tipo de vida reverdece e frutifica. É o famoso lago de Genesaré ou mar da Galiléia onde Jesus gostava de ficar.
O rio Jordão continua seu caminho, formando outro lago. Mas nesse lago as águas ficam estagnadas. Aqui não há vestígios de vida, nem murmúrios de folhas, nem cantos de passarinhos, nem risos de crianças. O ar sobre suas águas é espesso e ninguém a bebe, nem gente, nem animais e nem as aves. É o chamado mar morto. 
O que faz esta grande diferença entre dois lagos? Por que um é viçoso e o outro é estéril? O culpado não é o rio Jordão, pois leva a mesma água aos dois. Não é o solo sobre o qual correm, nem o campo que os rodeia. A diferença é esta: O mar da Galiléia recebe o rio Jordão mas não o retém. Recebe e passa para frente.
O outro lago é avarento: recebe e guarda ciosamente. Não tem nenhum gesto generoso. Cada gota d’água que chega, ali fica. O mar da Galiléia dá e vive. O outro lago não dá nada. Não reparte com ninguém. Por isso chama-se  mar morto.

Lição: Quem se fecha em si mesmo, murcha e apodrece. Quem reparte, torna-se cada vez mais viçoso e produtivo. O egoísta é como  mão  de samambaia que não se abre. O pródigo é como a rosa que abre suas pétalas, perfumando o ambiente. 

(Fonte: Umberto Agudelo em “O amor é a única alternativa).
Colaboração: Carlos E. Della Justina