Paginas

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Eterno


Eterno, é tudo aquilo que dura  uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata!

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência, acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é seguí-las.
Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta, ou querer entender a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma, sinceramente, por inteiro.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém.
Saber que se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.

Fácil é dizer “oi” ou “como vai”?
Difícil é dizer “adeus”, principalmente quando somos culpados pela  partida de alguém de nossas vidas…

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que em transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando
tocamos a pessoa certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só.
Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois.
Amar e se entregar.
E aprender a dar valor somente a quem te ama.

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que  realmente queremos
dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá…

Fácil é julgar pessoas que estão sendo  expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros,  ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia  a alguém,  dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.
Ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende.

E é assim que perdemos pessoas especiais!

Carlos Drummond de Andrade
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 12 de julho de 2012

A Importância Das Pessoas


Durante meu segundo mês na escola de enfermagem, nosso professor nos deu um questionário.
Eu era bom aluno e respondi rápido todas as questões até chegar a última que era:
“Qual o primeiro nome da mulher que faz a limpeza da escola?”
“Sinceramente, isso parecia uma piada".
Eu já tinha visto a tal mulher varias vezes.
Ela era alta, cabelo escuro, lá pelos seus 50 anos, mas como eu ia saber o primeiro nome dela?
Eu entreguei meu teste deixando essa questão em branco e um pouco antes da aula terminar, um aluno perguntou se a última pergunta do teste ia contar na nota.
"É claro!", respondeu o professor.
“Na sua carreira, você encontrará muitas pessoas. Todas têm seu grau de importância. Elas merecem sua atenção mesmo que seja com um simples sorriso ou um simples alô“.
Eu nunca mais esqueci essa lição e também acabei aprendendo que o primeiro nome dela era Doroti. 

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

terça-feira, 10 de julho de 2012

A Vida


"De repente você acorda e percebe que tem um sol lindo lá fora, e se pergunta por quê passou tanto tempo no escuro.
Mas não percebe que foi você mesmo o responsável por ter apagado a luz e fechado a porta.
Quantas pessoas você mandou embora da sua vida quando estava chateado com seus problemas? Quantas vezes você acreditou que se isolar do mundo resolveria tudo e seria a melhor opção?
Uma vez li uma frase que dizia o seguinte: "Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente".
Foi uma das maiores verdades que ouvi nesse tempo de vida, mas aprendi que todos nós temos o direito de sentir dor, mas nem por isso temos o direito de virar escravos dela.
É difícil ter fé, acreditar em dias melhores quando tudo parece conspirar contra você.
Acreditar que a vida está reservando o melhor para você. Porém como dizem os sábios e os sabidos: "É no conflito que a vida faz crescer".
Quanto melhor você for, mais a vida vai cobrar de você, ser uma pessoa boa nos dias de hoje não é para qualquer um.
Encarar a vida de peito aberto e sem estar alcoolizado é apenas para os corajosos.
E superar aquela decepção? É complicado, mas não impossível, sei que tem dias que parecem não valer a pena, mas isso vai depender do seu esforço em relação as coisas que te acontecem.
Dizem que tudo é aprendizado, mas sinceramente, eu dispenso alguns.
Todo mundo tem problema, a diferença é que alguns vivem apenas para falar dos seus.
A vida requer discernimento, em tudo, principalmente em relação as coisas que desejamos. Enquanto estiver aqui faça sua vida valer a pena, faça o bem, faça as coisas de coração sem esperar nada em troca. Difícil né? Eu sei, mas tente pelo menos.
Chega de armazenar ódio, mágoa, rancor, mude esse hábito.
Agradeça todos os nãos que receber na vida, eles serão os únicos responsáveis pelo seu sucesso e saiba que se você desistir do que quer, será apenas mais um que desistiu.
Viva intensamente, ame sem medo, perdoe aqueles que te magoaram.
Não se preocupe com o que não deu certo, talvez aquilo que você tanto quis poderia ter causado algum mal para você.
Tente desligar-se de tudo que é ruim, resgate sua essência, ouça suas músicas favoritas, coma um doce (se puder, se não coma uma fruta), faça alguma coisa por alguém, distribua paz, otimismo, se contar uma piada e alguém sorrir tenha certeza de que já terá feito um milagre.
E por falar em milagre, não espere que um aconteça na sua vida, TENTE SER O PRÓPRIO MILAGRE.
Visite seus amigos, ou ligue para eles, amigos são anjos, os bons viu, pode ter certeza de que você saberá reconhecer seus verdadeiros amigos, geralmente eles aparecem quando você não está muito bem, te aceitam como você é.
Por falar em aceitar, você tem se aceitado de verdade? Aceitado seus limites e defeitos? Aprendeu a ter amor próprio? Espero que sim, do contrário comece aprender agora, procure se conhecer, cuide dos seus cabelos, corte as unhas do pé, se olhe mais no espelho, faça alguma coisa por você hoje. Algo bom!
E saiba que as melhores coisas acontecem quando você menos espera, mas muitas coisas também estão esperando por você para acontecerem. Procure ver além do que dói, sei que é complicado ver o outro lado quando você ainda está atravessando a ponte e ela começa balançar, por isso, busque o equilibrio.
Nem todos os dias serão bons, acredite, alguns serão melhores do que você imagina.
Ria da vida, das situações e sorria para as pessoas. Sorrir é muito bom! Abrace muito, faça um carinho em alguém, demonstre que as pessoas que fazem parte da sua vida são especiais, mas só demonstre se elas realmente forem, combinado? Nada de falsidade ou fazer as coisas por interesse.

Não peça para alguém ficar se essa pessoa precisa ir. Não limite seus sonhos, seus objetivos, não coloque prazos na sua vida.
Liberte tudo e todos, no fim será você e você mesmo, por isso, aprenda a ser seu melhor amigo. Busque um novo sentido para as coisas de sempre e saiba que "o que é seu ninguém tasca".
Certas coisas, situações e pessoas foram destinadas a você, por isso não se preocupe com tudo que foi embora e não deu certo, mas agradeça por tudo que está vindo a seu encontro.
A graça está em sonhar, lutar, conseguir e ter as coisas por merecimento, mas poucos conseguem as coisas por mérito próprio.
Muita gente vai tentar te derrubar, fazer com que se sinta mal e desista do que quer, nesse mundo o que mais existe é inveja. Porém se isso acontecer com você saiba que sofrerá muito, terá decepções quase todo dia, sabe por que? Porque você é especial e esse é o preço que se paga por ser especial em um mundo de pessoas comuns e malvadas.
Se você tiver brilho, aquela luz natural, se despertar amor por onde passar, também irá despertar ódio e raiva. Mas não tenha medo disso, os bons podem até sofrer, mas com certeza são mais felizes. E acredite que tudo o que as pessoas estão desejando para você nesse momento está voltando para cada uma delas multiplicado por três.
Por isso, faça o que quiser, mas não prejudique ninguém.
Seu dia chega, talvez seu momento de glória acabou de chegar, por isso aproveite tudo que está vivendo. Que tudo seja intenso e que realmente possua valor. Que tudo seja inteiro, avassalador, que seja tão bom que assuste, que te pegue de surpresa e roube seu ar.
Descubra qual é sua missão aqui, descubra seu valor, seja a exceção na prateleira dos iguais!
E que nada no mundo seja capaz de fazer você desistir.
"Seja forte, não como as ondas que a tudo destroem, mas como as rochas que a tudo resistem".
Que sua vida possa valer a pena!

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 9 de julho de 2012

HORA DE OUVIR OS ELEFANTES


A tragédia do Tsunami trouxe uma lição. Perdida no meio do oceano de notícias, soube-se que no Yala National Park, Sri Lanka, bem no meio de uma regiões mais afetadas pela mega onda, nenhum animal foi encontrado morto!
Repito: num parque onde havia 19 Km de praias, habitadas por centenas de elefantes, leopardos, pássaros, coelhos... ninguém morreu!       
Verificou-se com espanto que antes da chegada do maremoto os animais, por alguma razão ainda não esclarecida, se deslocaram da praia e das áreas mais baixas, para a parte mais alta do parque. As águas chegaram a entrar 3 Km parque a dentro. Mas ali não havia ninguém. Ou melhor, nenhum bicho foi pego de calças curtas.
Surgiram alguns palpites. Na BBC e na National Geographic, cientistas afirmaram que possivelmente o fato se deu porque os animais ouvem uma freqüência de som produzida pelo terremoto, mais baixa do que as que os nossos ouvidos captam.
Segundo ele, os bichos também sentem vibrações no solo e do ar, as rally waves, estas, sim, também somos capazes de sentir em nosso próprio corpo. Ou melhor, seríamos. Nossa mente anda tão congestionada de informação, que apesar das rally waves chegarem até nossos corpos, essa informação é simplesmente deletada da nossa consciência.
Entenderam a tragédia?

 Resumo: os bichos se salvaram porque estavam conectados. Nós, seres humanos, nos estrepamos porque estávamos também conectados, só que em outras ondas: rádio, TV, videogame, ou mesmo o sonzão do carro ou do botequim tocando no último um bate-estaca de ano novo.       
Nesses meus poucos dias de férias, persegui como um louco a tecla mute do controle remoto. Tentando diminuir pelo menos o volume do mundo ao meu redor. Valorizar o botão de desliga. Tá ligado?
Tá na hora da gente ouvir menos o barulho e mais os elefantes.

Marcelo Tas
Colaboração: Carlos E. Della Justina

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Entrevista Com DEUS


 Sonhei que eu tinha uma entrevista com DEUS.
"Então você gostaria de ME entrevistar?" DEUS perguntou.
"Se VOCÊ tiver tempo." eu disse.
DEUS sorriu.
"Meu tempo é a eternidade; que perguntas você tem em mente para ME fazer?"
"O que na humanidade mais surpreende o SENHOR"
DEUS respondeu:
"Eles ficam entediados com a infância, se apressam em crescer e depois desejam ser crianças novamente.
Eles perdem sua saúde para ganhar dinheiro e em seguida perdem o dinheiro para recuperar sua saúde.
Eles pensam ansiosamente sobre o futuro e se esquecem de viver o presente, de tal forma que não vivem nem o presente nem o futuro.
Eles vivem suas vidas como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido..."
As mãos de DEUS tocaram as minhas, ficamos em silêncio por um momento e então eu perguntei:
"Sendo um Pai, quais lições de vida o SENHOR quer que Seus filhos aprendam?"
DEUS respondeu com um sorriso:
"Aprendam que não podem fazer ninguém os amar. O que podem fazer, é se deixarem ser amados.
Aprendam que o que é mais valioso não é o que vocês têm em suas vidas, mas QUEM vocês têm em suas vidas.
Aprendam que não é bom compararem-se uns aos outros.
Aprendam que uma pessoa rica não é aquela que tem o máximo, mas sim aquela que precisa do mínimo.
Aprendam que leva apenas uns poucos segundos para abrir feridas profundas na pessoa que se ama, e que pode levar muitos anos para curá-las.
Aprendam a perdoar praticando o perdão.
Aprendam que existe muitas pessoas que as ama, encarecidamente, mas simplesmente não sabem como expressar ou mostrar seus sentimentos.
Aprendam que dinheiro pode comprar tudo exceto... FELICIDADE!!!
Aprendam que duas pessoas podem olhar para a mesma coisa e vê-la de maneira diferente.
Aprendam que nem sempre é suficiente ser perdoado pelos outros, mas que eles devem perdoar a si mesmos.
E aprendam que eu estou aqui SEMPRE.

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina

quinta-feira, 5 de julho de 2012

O Que Há Depois Da Vida


No consultório localizado perto da residência do médico, um homem bastante doente falou, em desespero:
- Doutor, tenho medo de morrer!
Diga-me, o que há do outro lado?
Calmamente o médico disse:
- Eu não sei!
- Você não sabe?
- E fala com esta tranqüilidade?
Naquele momento, ouviram um ruído e ganidos do outro lado da porta que estava fechada.
Virando-se para o paciente, o médico disse:
- Notou o meu cachorro?
Ele nunca esteve nesta sala; não sabia o que havia aqui, apenas sabia que seu dono estava aqui...
No entanto, quando a porta se abriu, ele entrou sem medo.
- Não sei quase nada do que há depois da vida.
Mas sei de uma coisa:
EU SEI QUE MEU SENHOR ESTÁ LÁ !
E ISSO É SUFICIENTE!

Autor do Texto: desconheço
Colaboração: Carlos E. Della Justina

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Acredite ou seja Surdo!


Era uma vez uma corrida de sapinhos! O objetivo era atingir o alto de uma grande torre.
Havia no local uma multidão assistindo. Muita gente para vibrar e torcer por eles.
Começou então a competição. Mas como a multidão não acreditava que os sapinhos pudessem alcançar o alto daquela torre, o que mais se ouvia era:
“Que pena, esses sapinhos não vão conseguir…não vão conseguir…”
E os sapinhos começaram a desistir.
Mas havia um que persistia e continuava a subida em busca do topo…
A multidão continuava gritando :”… que pena !!! vocês não vão conseguir !…”
E os sapinhos estavam mesmo desistindo, um por um, menos aquele sapinho que continuava tranqüilo…embora cada vez mais ofegante.
Já ao final da competição, todos desistiram, menos ele…
A curiosidade tomou conta de todos. Queriam saber o que tinha acontecido…
E assim, quando foram perguntar ao sapinho como ele havia conseguido concluir a prova, aí sim conseguiram descobrir que ele era surdo!
Conclusão: Não permita que pessoas com o péssimo hábito de serem negativas, derrubem as melhores e mais sábias esperanças de nosso coração!
Lembre-se sempre: Há poder em nossas palavras e em tudo o que pensamos…
Portanto, procure sempre ser POSITIVO!
Resumindo: Seja “surdo” quando alguém lhe diz que você NÃO pode realizar seus sonhos…

Autor desconhecido
Colaboração: Carlos E. Della Justina