Paginas

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Amigos Podem

Qualquer um pode ficar ao seu lado quando você está certo,
mas um amigo verdadeiro permanece ao seu lado mesmo quando você está errado...
Um simples amigo se identifica quando ele te liga.
Um amigo verdadeiro não precisa se identificar, pois vocês conhecem suas vozes.
Um simples amigo inicia uma conversa com um boletim de novidades sobre sua vida.
Um verdadeiro amigo diz: "O que há de novo sobre você?"
Um simples amigo acha que os problemas pelos quais você está se queixando são recentes.
Um amigo verdadeiro diz:
"Você tem se queixado sobre a mesma coisa pelos últimos quatorze anos. Saia deste marasmo e faça algo sobre isto."
Um simples amigo nunca o(a) viu chorar.
Um verdadeiro amigo tem seus ombros encharcados por tuas lágrimas.
Um simples amigo não sabe o nome dos teus pais.
Um verdadeiro amigo tem o telefone deles em sua agenda.
Um simples amigo traz uma garrafa de vinho para sua festa.
Um verdadeiro amigo chega mais cedo para ajudá-lo a cozinhar e fica até mais tarde para ajudá-lo na limpeza.
Um simples amigo odeia quando você liga após ele já ter ido para cama.
Um verdadeiro amigo te pergunta porque demorou tanto para ligar.
Um simples amigo procura conversar com você sobre teus problemas.
Um verdadeiro amigo procura ajudá-lo a resolver teus problemas.
Um simples amigo fica imaginando sobre tuas histórias românticas.
Um verdadeiro amigo poderia conhecer até te chantagear com tudo que ele sabe.
Um simples amigo, quando o visita age como um convidado.
Um verdadeiro amigo abre tua geladeira e se serve.
Um simples amigo acha que a amizade terminou quando vocês tem uma discussão.
Um verdadeiro amigo sabe que não existe uma amizade enquanto vocês ainda não tiveram uma divergência.
Um simples amigo espera que você sempre esteja por perto quando ele precisar.
Um verdadeiro amigo espera estar sempre por perto quando você precisar dele...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Barco Encalhado ( História Verídica )

Em agosto de 1918, um saveiro estava sendo puxado por um rebocador, no Rio Negará, quando o cabo rebentou. As fortes correntezas logo conduziram o barco em direção às cataratas. Quando estava para cair, o barco encalhou em algumas rochas bem acima das quedas. Os dois homens que estavam a bordo foram salvos apenas no dia seguinte. Eles passaram uma noite de tensão pois esperavam, a qualquer momento, despencar para a morte. Isso aconteceu faz quase noventa anos e a velha barcaça continua lá, no mesmo lugar, até hoje.Jamais aconteceu a queda prevista. Os dois homens se preocuparam por nada. A esperada queda do barco, que trouxe ansiedade e desespero aos dois homens, não aconteceu... Da mesma forma, a maioria dos problemas que tiram nossa paz e alegria, também não nos atingirão. A preocupação é como um barco encalhado nas pedras. Ela nunca levará você a lugar algum !

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

As Sete Verdades Do Bambu

Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:
Vovô, corre aqui !
Me explica como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com vento e com chuva, e......este bambu tão fraco continua de pé ?
Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.
A primeira verdade que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.
Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus na oração.
Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sózinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasça outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.
A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.
A quinta verdade é que o bambu é cheio de “nós” (e não de eu’s). Como ele é ôco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis.
Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.
A sexta verdade é que o bambu é ôco, vazio de si mesmo.
Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser ôco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.
Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é exatamente o título do livro: ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto. Essa é a sua meta.

AUTOR: Padre LéoLivro “Buscando as coisas do Alto”

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A Bola Da Amizade

Vc sabia que aqueles que parecem ser fortes de coração, são realmente frágeis e mais sentimentais?
Vc sabia que aqueles que ocupam seu tempo em proteger os outros, são aqueles que realmente necessitam de alguém que os proteja?
Vc sabia que as três coisas mais difíceis de dizer são:
Te amo. Perdoa-me. Ajuda-me.
Vc Sabia que aqueles que se vestem de roxo, são mais seguros de si mesmos?
Vc sabia que aqueles que se vestem de amarelo, são os que disfrutam de sua beleza?
Vc sabia que aqueles que se vestem de preto, são os que querem passar desapercebidos e, geralmente, necessitam tua ajuda e compreensão?
Vc sabia que quando vc ajuda alguém, seu retorno vem em dobro?
Vc sabia que é mais fácil dizer o que sentimos por escrito que dizê-lo pessoalmente? Mas que tem mais valor quando vc o faz pessoalmente?
Vc sabia que se pedes algo com fé, teus desejos são realizados?
Vc sabia que pode fazer com que seus sonhos se tornem reais, como: Amor, riqueza, saúde, se os pedir com fé; e se realmente já sabia, devería estar surpreso e agradecido por tudo que já recebeu.
Mas não acredite em tudo que eu te disse, até que possa prová-lo a si mesmo. Se vc sabe que alguém precisa de algo que foi mencionado aqui, e sabe que pode ajuda-lo, verás como receberá em dobro o carinho com que esta tratando seu próximo.

Quando for amar, ame o mais profundo que puder...
Quando for falar, fale somente o necessário...
Quando for sorrir, procure sorrir com os olhos também...
Quando pensar em desistir, lembre-se da luta que foi começar e não desista!
Quando quiser se declarar a alguém, faça isso sem medo do que essa pessoa pensará de você...
Quando sonhar, sonhe bem alto, bem longe...
Quando for partir, não diga "adeus". Diga que foi tudo maravilhoso!
Quando abraçar um amigo, abrace com carinho e lembre desse abraço por toda vida...
Quando precisar de ajuda, não se envergonhe de pedir socorro...
Quando sentir raiva de alguém, ore e peça luz para essa pessoa...
Quando tentar algo de novo na vida, tente pra valer, mude, arrisque-se Viva intensamente...
E quando precisar de um amigo, lembre-se de mim. Estarei aqui torcendo por você e pela sua felicidade!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

O Que Deus Não Vai Perguntar.

Deus não vai perguntar que tipo de carro você costumava dirigir, mas vai perguntar quantas pessoas que necessitavam de ajuda você transportou...
Deus não vai perguntar qual o tamanho da sua casa, mas vai perguntar quantas pessoas você abrigou nela...
Deus não vai fazer perguntas sobre as roupas do seu armário, mas vai eprguntar quantas pessoas você ajudou a vestir...
Deus não vai perguntar o montante de seus bens materiais, mas vai perguntar em que medida eles ditaram sua vida...
Deus não vai perguntar qual foi o seu maior salário, mas vai perguntar se você comprometeu o seu caráter para obtê-lo...
Deus não vai perguntar quanta promoções você recebeu, mas vai perguntar de que forma você promoveu os outros...
Deus não vai perguntar qual era o cargo que você ocupava, mas vai perguntar se você desempenhou o seu trabalho com o
melhor de suas habilidades...
Deus não vai perguntar quantos amigos você teve, mas vai perguntar para quantas pessoas você foi amigo...
Deus não vai perguntar o que você fez para proteger seus direitos, mas vai perguntar o que você fez para garantir os direitos dos outros...
Deus não vai perguntar em que bairro você morou, mas vai perguntar como você tratou seus visinhos.
E você se pergunta:
"Que tipo de respostas terei para dar?"
Quer ser feliz por um instante? Vingue-se.
Quer ser feliz para sempre? Perdoe!


( Desconheço o autor)

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Valor Aos Humildes

Durante meu primeiro ano da faculdade, nosso professor nos deu um questionário. Eu era bom aluno e respondi rápido todas as questões até chegar a última: "Qual o primeiro nome da mulher que faz a limpeza da escola?". Sinceramente, isso parecia uma piada. Eu já tinha visto a tal mulher várias vezes. Ela era alta, cabelo escuro, lá pelos seus 50 anos, mas como eu ia saber o primeiro nome dela? Eu entreguei meu teste deixando essa questão em branco e um pouco antes da aula terminar, um aluno perguntou se a última pergunta do teste ia contar na nota. "É claro!", respondeu o professor. "Na sua carreira, você encontrará muitas pessoas. Todas têm seu grau de importância. Elas merecem sua atenção mesmo que seja com um simples sorriso ou um simples "alô". Eu nunca mais esqueci essa lição e também acabei aprendendo que o primeiro nome dela era Dorothy. Obs.: Você pode e deve ser importante, mas o mais importante é o respeito ao próximo e o valor que você dá aos humildes.
Autor desconhecido

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Um Dia Você Aprende...

Um dia você aprende... E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguidaE os olhos adiante, com a graça de um adulto,E não com a tristeza de uma criança.E aprende a construir todas as suas estradas no hoje,Porque o terreno de amanhã é incerto demais para planos,E o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,Ela vai feri-lo de vez em quandoE você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.Descobre que se levam anos para construir confiança E segundos para destruí-las.E que você pode fazer coisas num instante,Do qual se arrependerá para o resto da vida.Aprende que verdadeiras amizadesContinuam a crescer mesmo a longas distancias.E que não importa o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.Aprende que as circunstancias e o ambiente tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.Começa a aprender que não se deve compararCom os outros, mas com o melhor que pode ser.Aprende que não até onde você chegou, mas para onde você está indo.Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles controlaram você. E que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita pratica. Aprende que maturidade tem mais haver com os tipos de experiências que se teve e o que aprendeu com elas, do que quantos aniversários celebrou. Aprende que quando está com raiva tem direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não siba amar. Contudo, o ama como pode, pois existem pessoas que amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém às vezes temos que a perdoar a nós mesmos.Aprende que com que com a mesma severidade com que julga você em algum momento será julgado. Portanto plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.Aprende que realmente pode suportar que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não pode mais.E que realmente a vida tem valor e você tem valor diante da vida!!!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Felicidade

Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas:
- "Seu marido lhe faz feliz?
Ele lhe faz feliz de verdade?"
Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro "NÃO", daqueles bem redondos!
- "Não, o meu marido não me faz feliz"! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima).
- "Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz". E continuou:
"O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas.
Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável.
Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma.
As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de "experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza”. Quando alguém que eu amo morre, eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.
Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai.
Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos.
Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade!
SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.
Peça apenas ao Universo/Deus/Espírito Maior que lhe dê serenidade para aceitar as coisas que você não pode mudar, coragem para modificar aquelas que podem ser mudadas e sabedoria para conseguir reconhecer a diferença que existe entre elas.
NÃO REFLITA, APENAS MUDE ! E SEJA FELIZ !

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

A Vida É Bela

Na vida, existem momentos em que você sente tanto a falta de alguém, que somente realizaria seus sonhos envolvendo esse alguém firmemente em seus braços.
Quando uma porta de felicidade é fechada, outra é aberta; mas insistimos em olhar para a porta fechada, e não percebemos aquela que acabou de se abrir.
Não confie nas aparências; frequentemente elas são falsas.
Não se preocupe com a abundância; ela desaparecerá.
Procure alguém que se comunique com você com sorrisos; um sorriso transforma seu dia triste.
Sonhe o que quer que você queira sonhar.
Vá aonde você quiser.
Procure aquilo que deseja.
Porque sua vida é aquilo que você faz dela.
Os que têm mais sorte, inevitavelmente não conseguem o melhor dos melhores.
Eles simplesmente buscam o melhor do que vêem na sua jornada.
O mais lindo futuro sempre dependerá da necessidade de se esquecer o passado. Você não conseguirá se livrar dele se não conseguir superar os erros cometidos e tudo aquilo que te machucou.
Viva a vida plenamente, e sempre sorria, apesar dos momentos de dificuldade.
Envie esta mensagem àqueles que te são caros...
... como eu fiz !
Àqueles que marcam a sua vida...
...àqueles que fizeram você sorrir, quando você realmente precisava de alguém...
àqueles que lhe dão coragem, quando você está desolado.
... a seus amigos...
àqueles que simplesmente passaram pela sua vida...
àqueles que precisam de você a seu lado...
àqueles que procuram você para incentivá-los...
Nunca perca a oportunidade de iluminar a vida de uma pessoa que precisa de umas poucas palavras de incentivo.
A vida não se conta pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu a respiração.
A vida é bela !!!
Especialmente com um amigo como você.
Que todos os momentos de sua vida sejam plenos de alegria.
“Even through the distance” – Ernesto Cortazar

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Bolinha De Papel

Quando mais jovem, por causa de meu caráter impulsivo, tinha raiva e na menor provocação, explodia magoando meus amigos. Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado. Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão de raiva, e me entregou uma folha de papel lisa e dizendo: Amasse-a! Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha. Agora – voltou a dizer-me, deixe-a como estava antes. É óbvio que não pude deixa-la como antes. Por mais que tentei, o papel ficou cheio de dobras. Então, disse-me o professor: O coração das pessoas é como esse papel... a impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados. Assim aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro deste papel amassado. A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas muitas vezes é tarde demais. Alguém disse, certa vez: "Fale quando tuas palavras sejam tão suaves como o silêncio".
(Manuella Coelho)

terça-feira, 8 de setembro de 2009

As Bananas

Numa experiência científica um grupo de cientistas, colocou cinco macacos numa jaula. No meio uma escada e sobre ela um cacho de bananas. Quando um macaco subia na escada para pegar as bananas, os cientistas jogavam um jato de água fria nos que estavam no chão. Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros o pegavam e batiam muito nele. Com mais algum tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas. Então os cientistas substituíram um dos macacos por um novo. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo retirado pelos outros que o surraram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não mais subia a escada. Um segundo foi substituído e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado com entusiasmo da surra ao novato. Um terceiro foi trocado e o mesmo ocorreu. Um quarto e, afinal, o último dos veteranos foi substituído. Os cientistas então ficaram com o grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse pegar as bananas. Se fosse possível perguntar a algum deles porque eles batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria: "Não sei, mas as coisas sempre foram assim por aqui". Albert Einstein dizia: "É mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito".

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Simplicidade

Um homem em seus 92 anos, baixinho, muito bem apresentavel e que se nota cuida bem de sua aparencia, está hoje mudando-se para um asilo de velhos.
Depois de esperar algumas horas no hall do asilo, ele sorriu suavemente quando eu lhe disse que seu quarto já estava pronto.
Sua esposa de 70 anos morreu recentemente, e ele foi forçado a deixar a sua casa.
Enquanto caminhamos vagarosamente para o elevador, descrevi o seu pequeno quarto, inclusive o lençol pendurado na janela e que serve como cortina
– » Eu gosto muito dele », disse ele com o entusiasmo de um garoto de 8 anos que acabou de ganhar um novo brinquedo.
- « Sr. Gagné, o senhor ainda nem viu o quarto, aguarde mais um pouco, estamos quase chegando lá »
« Isto não tem nada a ver » responde.
« Já está decidido na minha cabeça que eu gosto do quarto. Esta foi uma decisão que tomei a cada manhã, ao despertar «
« A Felicidade é algo que eu escolho antes. Gostar ou não do quarto não vai depender dos móveis, ou da decoração - só dependerá do modo que eu decidir encará-lo »
« Eu posso escolher. Eu posso levar meu dia na cama listando todas as dificuldades que tenho com partes do meu corpo que já não funcionam direito, ou posso me levantar e agradecer aos céus pelas partes que ainda estão em boas condições de funcionamento »
« Cada dia é como um presente, e enquanto eu puder abrir meus olhos, olharei para o novo dia, e para todas as lembranças felizes que construí ao longo da minha vida ».
« A Velhice é como uma conta de banco. Você saca depois o que depositou durante todo o seu caminho ».
" Então, meu conselho é que deposites toda a felicidade que puderes na tua conta de banco das lembranças.
Agradeço pela tua participação hoje ao creditares na minha conta estas lembranças felizes, mas eu continuarei nela a depositar...
Lembre-se destas regras simples para a felicidade
1. Livre seu coração do ódio.
2. Livre sua mente de problemas.
3. Viva simplesmente.
4. Dê mais.
5. Espere menos.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A História Do Lápis

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: - Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: - Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. - Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida! - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo. "Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade". "Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor." "Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça". "Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você." "Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação".

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Qual Será Sua Escolha?

Uma familia havía comprado un carro novo 0km.
Detalhe, por detalhe; o estofamento; a cor..........
Tudo lindo. O pai amava aquele carro. Seu esforço estava alí. Saíram ele, sua esposa e o pequeno de ambos, de somente 3 anos.
Chegando a um posto de serviços descem os pais e deixam o pequeno no carro. A criança encontrou um marca texto e começou a escrever em todo aquele estofamento; com muita alegria, entusiasmo e amor. Considerando que as crianças
fazem estas coisas nesta condição.
Depois de um tempo chegam os pais e ao verem a cena…
O pai começou a queimar-se em furia ao ver seu "belo estofamento" todo escrito começou a bater na criança em suas mãos e, a machuca-la, com muita força...
Até que tiveram que tirar a criança de suas mãos; A criança estava em tão mal estado que precisou ir ao hospital.
Tocou o telefone na casa da família…
E o pai atende…
Era do hospital.
Será necessário que compareçam. As coisas se complicaram. O pai comparece e é comunicado que foi necessário amputar as mãos da criança, já que estavam muito machucadas.
Entrando o pai no quarto, coberto de lágrimas…
O pequeno diz sorrindo:
"Olá Papai!!!..." "Já aprendí a lição...
Não vou mais fazer isso. Mas…" "Por favor, devolva minhas mãozinhas!!!."
O pai saiu daquele quarto e suicidou-se...
Por que damos tanta importância as coisas materiais ao ponto de machucar os nossos seres queridos?
REFLITA!!!
Um día nascí…
Um día morrerei…
E nada levarei…
Mas estou, realmente, vivendo?
"Uma casa é feita de pedra e madeira…
E um lar...
De AMOR e ENTREGA".